Placeholder: o que é e por que usá-lo?

Placeholder

Placeholder é um recurso utilizado para ajudar os usuários no preenchimento de formulários, e funciona por meio de um texto dentro do campo que deve ser respondido.

Ele ajuda os desenvolvedores a organizarem esse instrumento e é muito eficiente para a sua finalidade. Alguns sites improvisam, inserindo um valor padrão dentro do input, mas essa ferramenta ajuda a resolver o problema.

O uso de sites é fundamental nos dias de hoje para as empresas, tão importante quanto o telefone era antigamente, para que as pessoas pudessem entrar em contato com as organizações e se relacionar com elas.

Essa plataforma é utilizada para várias finalidades, como divulgar produtos e serviços, falar um pouco sobre o negócio, prestar atendimento ao cliente, vender e ampliar a lista de contatos da marca.

Tudo o que tem dentro do site é essencial e precisa ser bem trabalhado, caso contrário, sua usabilidade pode ser severamente prejudicada. O placeholder tem um papel muito importante nessa plataforma.

Pensando nisso, neste artigo, vamos explicar um pouco mais sobre o conceito desse recurso e mostrar porque é essencial fazer uso dele. Confira!

Entenda o conceito de placeholder

A expressão placeholder vem do inglês, e é a união de duas palavras, sendo “place” (lugar) e “hold” (segurar). Dentro do contexto em que estamos trabalhando, pode ser traduzido como um lugar reservado e usado para um propósito específico.

São códigos que precisam ser configurados pelos desenvolvedores e aplicados em diferentes layouts, que aceitam outras condições de exibição. Dessa forma, a informação final aparece para os visitantes do site.

Dentro da plataforma de uma empresa de corte e dobra cnc, é um elemento programado para que possa ser devidamente exibido.

Quando o desenvolvedor está projetando o novo layout de um endereço na web, ao começar os trabalhos, não precisa de todas as imagens que vão formar o arranjo de elementos logo de início.

Durante esse processo, é necessário usar os layouts, visto que eles indicam o tipo de placeholder e o arquivo que vai trabalhar junto com o conteúdo, de modo que o código configurado possa mostrar a informação dentro das páginas.

Essa cadeia envolve a configuração do placeholder no layout da página, além da conexão dela com os templates. Dentre os placeholders configuráveis estão:

  • Banner;
  • Banner DHTML;
  • Coleção;
  • HTML.

Geralmente, as diferentes opções possuem um funcionamento semelhante, onde o desenvolvedor insere a imagem normal no HTML da página e aponta o serviço de placeholder.

Opções para usar nos projetos

Supondo que o desenvolvedor está criando o site de uma empresa de disco abrasivo desbaste, precisa inserir as imagens. Se ele conhecer um bom placeholder, consegue otimizar o tempo de produção e não precisa fazer muitas pesquisas.

Para facilitar esse trabalho, existem algumas sugestões de sites que podem ser usados com essa finalidade.

Um deles é o placeholder.com, um serviço muito simples e sua melhor vantagem é que permite fazer mudanças no formato do texto, tamanho da imagem e cores. Também é indicado para diferentes níveis de conhecimento no processo.

O Placeit, por sua vez, conta com cerca de 3 mil mockups que podem ser acessados por meio de diferentes telas, tanto de um notebook quanto de um smartphone.

O Dynamic Dummy Image Generator é um gerador de placeholder, que traz diferentes opções para a personalização, como o primeiro plano, cor de fundo, proporções, altura e largura. Também serve para personalizar o texto alternativo e o formato das imagens.

O Placebacon é ideal para sites de restaurantes que querem criar imagens atrativas em suas páginas e nas redes sociais. Já o Lorem Picsum foi desenvolvido pelo Unsplash e apresenta imagens para uso livre.

O ImgPlaceholder serve para sobrepor ícones do Fontawesome, e conta com um gerador que possibilita a configuração de parâmetros diferentes, como cores, tamanhos e outras necessidades.

O desenvolvedor do site de uma empresa de outdoor propaganda também pode usar o Placekitten, que cria espaços dentro do design ou código, inserindo apenas o tamanho da imagem e sua URL.

Dicas para formatar um placeholder

Estilizar placeholder de inputs não é uma tarefa tão complexa quanto parece no início. Na verdade, o programador só precisa seguir alguns truques para que a solução seja realmente eficiente, em todos os navegadores utilizados.

Pelo fato de inserir o texto no campo de formulário, faz com que alguns profissionais da área tenham dúvidas em relação à sua formatação e outras alterações, como trocar a cor, mudar o tamanho da fonte, entre diversas necessidades.

Mas essa tarefa é totalmente possível e muito simples, mas ainda assim, é necessário seguir alguns passos para que o procedimento tenha êxito.

O desenvolvedor do site de uma empresa de empilhadeira gás pode formatar o placeholder no campo de formulário e áreas de texto, manipulando a pseudo-class ::placeholder.

Uma dica valiosa em relação a isso é não agrupar os seletores, tentando facilitar a leitura, pois caso o browser não reconheça um deles, todo o grupo pode ser invalidado, assim sendo, a melhor opção é separá-los.

Importância de usar o placeholder

Alguns desenvolvedores ainda se perguntam porque o placeholder é tão importante, mas para entender sua relevância, é fundamental diferenciá-lo do label.

Trata-se de um recurso que ajuda muito nos formulários, mas ele não deve ser utilizado para substituir o label. Isso porque ele é utilizado como um tipo de rótulo para o campo do formulário.

O placeholder precisa ser visto como um recurso complementar ao label, portanto, utilizá-lo no lugar dessa função é visto como uma prática errada.

Isso é capaz de trazer muitos problemas em relação à acessibilidade, uma vez que os leitores de tela podem apresentar a informação do jeito errado.

O profissional que está desenvolvendo o site de uma empresa de rastreador para moto deve encarar o placeholder com a mesma importância que o feedback oferece para o usuário.

A plataforma precisa reunir algumas características para garantir uma boa experiência de navegação, como simplicidade, objetividade e praticidade, e para garantir isso, é fundamental investir em elementos essenciais para o sistema.

O desenvolvedor também precisa estar atento aos detalhes, independentemente de seu grau de importância e até mesmo aqueles que parecem insignificantes.

Quando o profissional está adicionando um ícone ao sistema, deve considerar a maneira como o usuário vai interagir com ele, pois isso facilita muito a inserção. Em outras palavras, deve pensar no tipo de experiência que o usuário terá ao interagir.

Como mudar a cor do placeholder?

Quando se trata da experiência do usuário dentro de um site, é fundamental usar cores compatíveis com a comunicação visual empresas. Mas nem sempre a cor do placeholder padrão é interessante para o layout da plataforma.

Nesse caso, o desenvolvedor precisa alterá-lo, e a boa notícia é que esse procedimento é muito simples.

Para explicar como isso funciona, vamos usar como exemplo um pseudo-seletor conhecido como ::placeholder, que terá a missão de mudar qualquer regra de CSS do placeholder do input.

Um exemplo prático de HTML seria: “<input type = “text” placeholder = “algum texto”>

Para mudar o inserir uma cor, é necessário se dirigir ao CSS, como no exemplo: input :: placeholder {Color: red;}.

A partir disso, a cor do placeholder usado no site de um fabricante de cabo elétrico alta temperatura será vermelha.

Embora a cor do texto digitado não sofra nenhum tipo de alteração, a mudança acontece por meio da regra imposta no próprio input.

A mesma lógica deve ser seguida para alterar o placeholder de um texto, ou seja, para mudar a cor de textarea.

É muito importante ter em mente que o placeholder é a dica que os desenvolvedores inserem, de modo a guiar o usuário em relação à maneira como ele deve preencher o input, que nada mais são do que dados necessários para o próprio elemento.

A cor digitada para o texto em qualquer input ou textarea precisa ser alterada, considerando a propriedade color, dentro do próprio seletor do input.

Considerações finais

Uma oficina gnv precisa de um bom site para construir sua presença na internet, e existem diferentes recursos que colaboram com o layout da plataforma.

O placeholder, embora pareça algo muito simples, ensina muito para os desenvolvedores em relação ao que fazer para garantir uma boa experiência para os usuários.

Não se trata apenas de uma solução, mas da melhor opção e que exige muito pouco do usuário e do desenvolvedor. Mesmo que o visitante do site não note sua presença, a ausência com certeza é percebida.

Saber usar esse elemento faz toda a diferença para que o usuário saiba o que preencher em determinado campo de entrada, oferecendo respostas curtas e objetivas.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

anuncio patrocinado
Anunciando...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui