Uma Pré-candidata a vereadora do RJ e seu filho foram mortos a tiros

A Polícia Civil do Rio de Janeiro informou que a perícia foi feita no local e imagens de câmeras de segurança estão sendo analisadas

 

A pré-candidata a vereadora de Nova Iguaçu (RJ), Juliana Lira de Souza Silva, e o filho dela, Alexander de Souza Gomes, de 27 anos, foram encontrados mortos a tiros no sábado (15/6). O caso é investigado pela Delegacia de Homicídios de Belford Roxo.

Juliana e Alexander foram encontrados mortos por policiais militares do 20º Batalhão de Polícia Militar, no bairro de São Benedito, em Nova Iguaçu. Testemunhas relataram que quatro homens encapuzados saíram de um carro e atiraram nos dois.

Em nota enviada, a Polícia Civil do Rio de Janeiro informou que a perícia foi feita no local e imagens de câmeras de segurança estão sendo analisadas. Os agentes ouvem testemunhas e realizam diligências para apurar a autoria e a motivação do crime.

O secretário de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento do Rio de Janeiro, Dr. Deodalto, lamentou a morte de Juliana. “Com muita tristeza pela trágica notícia, presto minha homenagem à minha grande amiga, Nega Juh, e ao seu filho, que nos deixaram de forma tão brutal. Negah Ju sempre foi minha parceira, uma guerreira incansável que dedicou sua vida ao serviço da comunidade. Agradeço por tudo que fizeram por mim e por tantos outros. Que a memória e o legado de vocês permaneçam vivos em nossos corações. Descansem em paz, queridos amigos”, disse, no Instagram.

O partido pelo qual Juliana concorreria a vereadora em Nova Iguaçu não foi divulgado. O velório dela e do filho foi realizado no domingo (16/6).

anúncios patrocinados
Anunciando...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.