Um Influencer e ator foram presos no Ceará por fraudar o pix e desviar as doações do RS

Casal criou 235 chaves pix falsas para desviar recursos de doações

 

Uma operação da Polícia Civil do Rio Grande do Sul (PCRS) no Ceará prendeu, na manhã desta quinta-feira (13/06), um casal que vive em Fortaleza, suspeitos de fraudarem chaves pix e desviar doações que seriam destinadas ao Rio Grande do Sul.

Segundo a investigação conduzida pela Polícia do Rio Grande do Sul, o casal criou 235 chaves pix diferentes para fraudar ações de arrecadação. Em geral, eles focavam nas campanhas que tinham o objetivo de angariar recursos para atendimento dos animais atingidos pelas cheias no sul do país.

A investigação começou depois que influenciadoras que lideram campanhas reais de doações foram contactadas por seguidoras que denunciaram que alguns materiais de campanha levavam para contas distintas das que eram vinculadas aos anúncios reais.

A apuração da Polícia identificou que o casal criou contas bancárias com documentos falsos e, após localizar campanhas reais de doação, criavam novas chaves alterando um único dígito da chave pix para que os voluntários fosse ludibriados e fizessem doações para as contas pessoais deles.

A Polícia pediu quebra de sigilo bancário para identificar qual foi o valor desviado.

O delegado responsável pelo caso João Vitor Heredia explicou que os dois vão responder inicialmente pelos crimes de estelionato, uso de documentos falsos e falsificação de documentos, mas outros crimes poderão surgir com o avançar da investigação. “Através da apreensão dos celulares a gente vai identificar no celular se existem outros crimes que eles praticaram ou não”, afirmou em entrevista ao G1.

Ele afirmou que durante a abordagem policial o casal disse que está enfrentando dificuldades financeiras, por isso cometeram o crime.

anúncios patrocinados
Anunciando...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.