Professor foi baleado em Ceilândia enquanto crianças entravam na escola

0

O crime aconteceu enquanto o professor, 62 anos, consertava o controle do portão automático da escola, na área externa. O estado dele não é grave

 

 

O professor Alexandre Bernardi de Figueiredo, 62 anos, foi vítima de bala perdida na Escola Classe 10 de Ceilândia Norte. Ele foi baleado enquanto crianças da educação infantil entravam na instituição, no começo da tarde desta quinta-feira (9/9). Até a última atualização dessa reportagem, ninguém havia sido preso. “Graças a Deus que fui eu. Imagina se fossem as crianças?”, diz o professor.

O crime aconteceu enquanto o professor, 62 anos, consertava o controle do portão automático da escola, na área externa. Segundo a diretora, Michele Ribeiro, os funcionários ouviram um estrondo e acharam tratar-se da queda de um poste. “Quando saímos, ele estava pedindo socorro. Estava de cabeça baixa quando foi atingido e só viu o ferimento”, disse. O docente foi atingido na parte inferior da perna esquerda.

A Escola Classe 10 atende alunos de 4 a 10 anos e, no momento exato do crime, crianças entravam pelo portão frontal, que fica a cerca de 18 metros do portão de onde estava o professor. “É preocupante, porque atendemos crianças. A família vem deixar seus filhos e foi justamente no horário de entrada”, contou a diretora.

O caso

A Polícia Civil do DF trabalha com a hipótese de que o professor tenha sido vítima de uma bala perdida, mas as investigações seguem.

O professor foi atingido na parte inferior da coxa esquerda e estava consciente quando foi levado ao hospital. O docente trabalha há 12 anos no local e presta serviço no apoio à secretaria da escola. A perícia da Polícia Civil isolou a área. A 15ª Delegacia de Polícia (Ceilândia Centro) apura o caso.

anuncio patrocinado
Anunciando...