Por dívida de R$ 30, homem esfaqueia autor de cobranças no DF

Fausto Thiago Alves foi preso no Guará por policiais civil e militar que estavam de folga. Crime ocorreu na QE 13 do Guará

 

 

Dois policiais de folga, um deles civil e o outro militar, prenderam em flagrante um homem acusado de tentativa de homicídio, na noite dessa sexta-feira (28/06/2019), na QE 13 do Guará. A motivação do crime seria uma suposta dívida entre os envolvidos referente à venda de um par de tênis.

O agente da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) lanchava na quadra quando soube da tentativa de homicídio por meio de grupo no WhatsApp. Como o local do crime ficava próximo de onde estava, decidiu ir prestar apoio à vítima, identificada como Márcio César Moreira Loubach.

No local, o policial civil encontrou o militar de folga, que acionou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para socorro médico ao homem, que havia sido esfaqueado. Durante o atendimento, Márcio informou que conhecia o suspeito e forneceu o endereço dele aos policiais. A vítima foi encaminhada ao Hospital de Base, onde se recupera do ferimento.

Os dois policiais se dirigiram ao endereço do suspeito e deram voz de prisão ao suspeito, identificado como Fausto Thiago Alves Leandro. Ele foi conduzido à 1ª Delegacia de Polícia (Asa Sul) onde afirmou ter cometido o crime em decorrência de uma cobrança de dívida entre ele e Márcio.

De acordo com as investigações, Fausto teria comprado um par de tênis de Márcio por R$ 50, mas a vítima não teria ficado satisfeita com o valor da venda e decidiu cobrar um valor mais alto. Márcio teria ido diariamente à casa do “cliente” para cobrar R$ 30 adicionais.

Incomodada com a recorrente presença do homem em sua casa, a mãe do suspeito, então, decidiu quitar o débito, o que teria provocado a ira de Fausto. Por isso, o suspeito teria decidido ir até a casa de Márcio para esfaqueá-lo.

 

anuncio patrocinado
Anunciando...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui