Para expulsar moradores, grileiros até incendiaram casa no DF

Alvo de operação da Polícia Civil no DF, grupo criminoso agia com extrema violência, especialmente na região do Altiplano Leste

 

Alvo de uma operação da Polícia Civil do DF (PCDF) deflagrada nesta terça-feira (17/12/2019), a organização criminosa que parcelava e vendia chácaras em terras públicas por R$ 500 mil agia com extrema violência. De acordo com os investigadores, os grileiros chegaram a colocar fogo em barraco de moradores e expulsá-los para vender os terrenos para outras pessoas. O pagamento, em muitos casos, era feito com carros de luxo e salas comerciais.

“Eles chegaram incendiar o barraco de uma pessoa para expulsá-la e o fogo acabou se alastrando, queimando a mata que estava ao redor da região”, afirmou a delegada Mariana Almeida, da Delegacia Especial de Combate à Ocupação Irregular do Solo e aos Crimes contra a Ordem Urbanística e o Meio Ambiente (Dema), unidade da PCDF que comandou a operação.

A Operação Beirute foi deflagrada para cumprir 29 mandados de prisão preventiva e de busca e apreensão. Oito pessoas foram detidas até o começo da tarde desta terça-feira (17/12/2019), sendo duas delas por posse ilegal de arma de fogo. Outras duas ainda estão foragidas.

anuncio patrocinado
Anunciando...

4 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui