Padre é suspeito de importunação sexual contra jovem de 19 anos

0

Arquidiocese diz que ‘está acompanhando o caso e aguarda que os fatos sejam esclarecidos’

 

Um padre foi conduzido à delegacia de plantão da Polícia Civil, em Montes Claros, no Norte de Minas, após ser apontado por uma jovem, de 19 anos, como suspeito no crime de importunação sexual. Depois, o religioso foi liberado. O fato ocorreu nessa quarta-feira (29/9).

Além do registro de boletim de ocorrência pela Policia Militar (PM), a jovem procurou apoio junto à Defensoria Pública de Montes Claros, na qual apresentou a denúncia.

O caso foi divulgado nesta quinta-feira (30/9) pela defensora pública Maíza Rodrigues, que disse ter ouvido o relato da suposta vítima.

De acordo com a defensora, a jovem alegou que frequentava a paróquia, onde prestava serviços, mas que desistiu das atividades religiosas e comunicou isso ao padre, que teria solicitado que ela fosse até a casa paroquial.

Segundo Maíza Rodrigues, a moça contou que, após entrar na casa, o padre trancou a porta de saída e, na sequência, lhe abraçou e tentou beijá-la à força. A jovem contou que pediu ao padre que parasse, mas ela conseguiu se desvencilhar do padre, deixando o local, de acordo com a defensora pública.

A suposta vítima registrou um boletim de ocorrência junto à Polícia Militar. O padre teria negado o abuso, alegando que praticou apenas uma “manifestação de carinho”. Ele foi levado para a delegacia de plantão, onde foi ouvido e liberado.

A reportagem entrou em contato com a Polícia Civil em Montes Claros, que apenas confirmou que houve o registro de boletim de ocorrência do caso, envolvendo o religioso, sem divulgar mais informações.

Também procurada, na tarde desta quinta-feira, a Arquidiocese de Montes Claros informou que “está acompanhando o caso e aguarda que os fatos sejam esclarecidos”.

anuncio patrocinado
Anunciando...