Motorista é preso por furar pedágio mais de 400 vezes na Ayrton Senna

0

Segundo ele, proprietária do caminhão o obrigava a não pagar. Abordagem ocorreu 70 km após o início do acompanhamento

 

Um motorista de caminhão foi preso em flagrante, na tarde desta segunda-feira (27), por furar o pedágio mais de 400 vezes na rodovia Ayrton Senna, em Mogi das Cruzes, na Grande São Paulo.

Segundo o 6° Batalhão de Polícia Rodoviária, em agosto, as equipes de monitoramento de trânsito da rodovia estavam rastreando veículos, quando notaram o histórico de um caminhão, que chamou a atenção pela quantidade de vezes em que ele realizava a evasão de pedágio.

Foi solicitada pela praça de pedágio da concessionária Ecopistas as imagens, vídeos e o histórico da empresa que controlava o dispositivo de pagamento automático.

O dispositivo funcionava como uma pré-carga, segundo a polícia. Então, o motorista colocava um valor de recarga baixo, em que era possível passar no pedágio apenas uma vez, e todas as outras vezes o motorista batia na cancela e prosseguia viagem.

No dia 31 de agosto, um funcionário registrou um boletim de ocorrência na delegacia de Itaquaquecetuba. A partir do registro, a Polícia Civil conseguiu monitorar o caminhão e o trajeto que ele realizava.

Foi constatado que o caminhoneiro iniciava o trajeto na zona leste de São Paulo, com destino à Mogi das Cruzes, com objetivo de descarregar uma carga de areia e pedras. O motorista cometia a evasão de pedágio na praça do km 32 da rodovia Ayrton Senna, entre as cidades de Mogi das Cruzes e Itaquaquecetuba.

Prisão

Por volta das 15h40 desta segunda, equipes da Polícia Rodoviária fizeram o acompanhamento do veículo, que trafegava pelo km 18 da Ayrton Senna sentido interio, e observaram o motorista cometendo a infração.

As equipes conseguiram realizar a abordagem apenas no km 88. Ao ser questionado, o homem informou que passava direto pela cancela do pedágio porque recebia essa ordem da proprietária do caminhão, que também dizia para recarregar o dispositivo de pagamento automático com um valor baixo.

Segundo a Polícia Rodoviária, desde janeiro de 2020 até o dia 27 de setembro, ele cometeu a evasão de pedágio mais de 400 vezes, com isso a concessionária deixou de arrecadar cerca de R$ 40 mil reais em tarifas.

O suspeito foi preso e levado à Central de Flagrantes de Mogi das Cruzes, onde o caso foi registrado como estelionato, e será investigado pela Delegacia de Itaquaquecetuba.

anuncio patrocinado
Anunciando...