Megaoperação mira organização especializada em tráfico e comércio de armas

Agentes da 13ª Delegacia de Polícia (Sobradinho) investigaram o grupo durante oito meses. Eles também são suspeitos de furtar celulares em grandes eventos e praticar roubos

 

Oito meses de investigação resultaram em uma megaoperação da Polícia Civil, desencadeada na manhã desta terça-feira (18/6). Investigadores da 13ª Delegacia de Polícia (Sobradinho) miram uma organização criminosa especializada em tráfico de drogas, comércio ilegal de armas, furtos de celulares em grandes eventos e roubos. Ao todo, agentes cumprem 36 mandados de busca e apreensão, inclusive no Entorno.
As prisões ocorrem de forma simultânea em Sobradinho I, Sobradinho II, além do Paranoá, São Sebastião, Planaltina e Planaltina de Goiás, município goiano distante aproximadamente 73 quilômetros de Brasília.
Policiais também cumprem duas conduções coercitivas, quando as pessoas são levadas a delegacia para prestar depoimento, mas é liberada logo em seguida.
Atuam na apuração aproximadamente 260 policiais civis, entre agentes, delegados e escrivães. Também participam servidores da Divisão de Operações Especiais (DOE) e Divisão de Operações Aéreas (DOA).
anuncio patrocinado
Anunciando...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui