FILMAÊ 2020 ONLINE

0

FESTIVAL DE CINEMA FILMAÊ – FILMES PRODUZIDOS COM CELULAR – 2ª EDIÇÃO ONLINE

De 14 a 19 de dezembro

 

Único no Brasil, festival realiza edição online, exibindo filmes produzidos em vários estados brasileiros e produções internacionais 

*Programação completa disponível no material em anexo

*Transmissões pelos canais do youtube e facebook @filmaebsb

*Mostra competitiva de filmes nacionais com 117 títulos e exibição de programação internacional de forma não-competitiva 

*Oficinas e palestras

* Homenagem ao jornalista e poeta TT Catalão, falecido em janeiro de 2020 

*Programação online e totalmente gratuita! 

Previsto inicialmente para ocorrer em março deste ano, o FESTIVAL DE CINEMA FILMAÊ teve que ser adiado em razão da pandemia e agora volta em edição virtual. De 14 a 19 de dezembro, será possível ter acesso a um painel da imensa produção de cinema feito com dispositivos móveis no Brasil e em países dos cinco continentes. Para esta segunda edição do FILMAÊ, o número de inscrições surpreendeu os organizadores. Foram mais de 1.100 filmes inscritos produzidos com celulares, tablets ou câmeras de ação.

Celular é, hoje, certamente, o instrumento de registro de imagens mais utilizado no mundo. Com câmeras potentes e sofisticadas, esses dispositivos móveis têm ampliado a acessibilidade à produção de uma arte como o cinema – tradicionalmente relacionada aos altos custos –, constituindo-se em importante ferramenta de expressão, aprendizagem e democratização do acesso ao conhecimento. Foi neste contexto que nasceu o FESTIVAL DE CINEMA FILMAÊ – FILMES PRODUZIDOS COM O CELULAR que em 2020 chega à segunda edição.

FILMAÊ é único na América Latina em sua modalidade integral. Inclui mostras competitivas de filmes nacionais, mostra não-competitiva de títulos internacionais, oficinas e palestras, votação do Júri Oficial e exibição de títulos produzidos com dispositivos móveis e premiados nos principais festivais dedicados ao gênero, realizados na Suíça, Portugal, Espanha, França, Austrália, Nigéria e Estados Unidos.

Os programas estarão disponíveis gratuitamente no site do festival, a partir da meia-noite e um minuto de cada dia. No dia 19 de dezembro serão anunciados os filmes vencedores, nas categorias ficção, documentário, videoclipe, reportagem de jornalismo móvel (Mojo) e experimental, melhor filme infantil, melhor filme infanto-juvenil e melhor filme brasiliense.

*Os filmes ficarão disponíveis para visualização em seu formato de curadoria até o dia 31 de dezembro, no site do festival.

O FESTIVAL

Em sua segunda edição, FILMAÊ – Filmes produzidos com celular exibirá 117 filmes nacionais, selecionados dentre um total de 330 inscritos, produzidos em 24 estados brasileiros e no Distrito Federal. São títulos que abordam temas presentes em todos os principais debates do País, como a questão indígena, Amazônia, mudança climática, preconceito, suicídio, dentre vários outros. Os gêneros vão do experimental à ficção, com destaque para o documentário e para o MOJO, o Jornalismo Móvel, linguagem à qual o Festival dedicou um prêmio específico. A curadoria dos filmes nacionais leva a assinatura de Fernando Campos (coordenador geral do Festival), Guilherme Pastana e Guilherme Carvalho (produtores executivos do evento).

Os títulos nacionais participam de mostras competitivas e concorrem a prêmios concedidos pelo Júri Oficial: Melhor Filme de Ficção, Melhor Filme Documentário, Melhor Videoclipe, Melhor Reportagem Mojo, Melhor Filme Experimental, Melhor Filme Infantojuvenil (de 8 a 12 anos) e Melhor Filme Juvenil (13 a 17 anos). Os títulos foram divididos em seis programas que serão exibidos em duas sessões diárias, de sexta a domingo, sempre a partir do final da tarde.

Dentre os internacionais, foram selecionados 33 filmes num universo surpreendente de inscrições: 805 filmes produzidos em 91 países dos cinco continentes. A tradição da indústria audiovisual falou alto e países com um volume de produção consolidado encabeçaram a lista de inscritos: Índia (e seu Bollywood), Estados Unidos e Irã (país cuja cinematografia transformou-se em sinônimo de bom cinema). Os curadores Joaquim Lima e Lupe Leal escolheram os títulos que serão exibidos em sessões vespertinas de forma não-competitiva durante o festival.

Além da exibição de filmes, o festival contará com oficinas e palestras gratuitas, que prometem aprofundar temas como as técnicas de audiovisual a partir de dispositivos móveis, a composição de trilhas, o futuro e os desafios do cinema.

FILMAÊ tem coordenação geral de Fernando Campos, produção artística de Guilherme Carvalho, coordenação de marketing de Guilherme Pastana e produção executiva de Thay Limeira. Patrocínio do FAC – Fundo de Apoio à Cultura da Secretaria de Estado da Cultural e Economia Criativa do Governo do Distrito Federal.

OFICINAS E PALESTRAS FILMAÊ

Oficina de Produção Audiovisual com Smarthphones e Tablets

com Tiago Esmeraldo e Rodrigo Huagha

Oficina online

Dias 15 e 16 de dezembro, às 17h

Vagas limitadas

Oficina básica de audiovisual utilizando o aparelho de smartfone para gravação de áudio e vídeo, visando o desenvolvimento do olhar para a linguagem cinematográfica. A utilização das ferramentas e possibilidades do smartfone para a produção audiovisual com qualidade, passando pela teoria e realizando exercícios práticos sobre manuseio da câmera, captação de áudio, noções de enquadramento, planos cinematográficos, regras dos pontos de ouro, luz,  foco, velocidade, exposição, finalização do vídeo e exportação do arquivo final. Além de dicas sobre aplicativos e equipamentos para melhorar a realização audiovisual.

Pré-requisito: Ter um celular ou Tablet com câmera

 

Oficina de Produção de Músicas e Trilhas Sonoras a partir de Smathphones e Tablets

Com Alexandre Rangel (Quase Cinema)

Oficina online

Dia 18 de dezembro, às 17h00

Vagas limitadas

Oficina de demonstração de técnicas de produção de música eletrônica e experimental com uso de tablets ou smarthphones com sistema IOS. Exploremos aplicativos inovadores e ambientes completos de produção musical multipistas (DAW – Digital Audio Workstation), com foco nos softwares GarageBand e Cubasis. Os participantes aprenderão a produzir músicas da ideia ao acabamento, utilizando equipamentos externos e funções de conexão entre aplicativos IOS.

Palestra virtual FILMAÊ – Com Cláudia Lambach

Tema: Pocket Cinema: desafios e usos

Dia 17 de dezembro, às 17h

Transmissão pelo youtube e facebook do Festival

PROGRAMAÇÃO GERAL

Programação completa disponível no site www.filmae.com.br
Transmissões nos canais do youtube e facebook @filmaebsb

SEGUNDA-FEIRA, 14 DE DEZEMBRO DE 2020
– Horário livre | Site | Sessão Internacional de Abertura do Festival Filmaê – ESTREIA
– Horário livre | Site | Programa 1 da Mostra Competitiva de Filmes Nacionais – ESTREIA

TERÇA-FEIRA, DIA 15 DE DEZEMBRO DE 2020
– Horário livre | Site |Programa 2 Mostra Competitiva de Filmes Nacionais – ESTREIA
– Horário livre | Site | Programa 3 Mostra Competitiva de Filmes Nacionais – ESTREIA
– 17h00 | link privado para inscritos |  Oficina de produção audiovisual com equipamentos móveis, smartphones e tablets.

QUARTA-FEIRA, DIA 16 DE DEZEMBRO DE 2020
– Horário livre | Site | Sessão 01 “Tessituras” da Mostra Não Competitiva de Filmes Internacionais – ESTREIA
– Horário Livre | Site | Programa 4 da Mostra Competitiva de Filmes Nacionais – ESTREIA
– 17h00 | link privado para inscritos |  Oficina de produção audiovisual com equipamentos móveis, smartphones e tablets.

QUINTA-FEIRA, 17 DE DEZEMBRO DE 2020
– Horário Livre | Site | Mostra Competitiva da Categoria de Filmes Juvenil – ESTREIA
– Horário Livre | Site |  Programa 5 da  Mostra Competitiva de Filmes Nacionais – ESTREIA

– 17h00 | Transmissão youtube e facebook | Palestra:  Pocket Cinema: Desafios e Usos com Claudia Lambach.

SEXTA-FEIRA, 18 DE DEZEMBRO DE 2020
– Horário livre | Site | Sessão 02 da Mostra Não Competitiva de Filmes Internacionais – ESTREIA
– Horário livre | Site | Programa 6  da Mostra Competitiva dos Filmes Nacionais – ESTREIA
– 17h00 | Link privado | Oficina de Produção de Músicas e Trilhas Sonoras a partir de Smartphones e Tablets

SÁBADO, 19 E DEZEMBRO DE 2020
– Horário Livre| Site | Sessão SF3* da Mostra Não Competitiva de Filmes Internacionais. * Em parceria com Festival SF3 da Austrália – ESTREIA
– Horário Livre | Site | Mostra Competitiva da Categoria de Filmes Juvenil – ESTREIA
– 17h00 | Transmissão no youtube e facebook | Cerimônia de Encerramento com Premiação dos Filmes da Mostra Competitiva Nacional.

CURADORIA MOSTRA NACIONAL

 

FERNANDO CAMPOS – Licenciado em Sociologia pela Universidade de Brasília com especialização em documentário pela Escola Internacional de Cinema e TV em Santo. Antônio de Los Baños, Cuba, coordenou a exposição ‘Brasília 35 ANOS, A Cidade e o Cidadão’, em 1995, e ‘Estufa Fria’, em Lisboa. Dirigiu o documentário ‘A Poética do Cerrado’, 2005 e ‘Hetohoky, Karajá’, 2008. Criou e organizou conteúdos audiovisuais sobre a vida de Cora Coralina para instalação informativa na Casa de Cora, Cidade de Goiás. 2009. Consultor pela UNESCO (2012 a 2016) na área de produção audiovisual no Departamento de Patrimônio Imaterial do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), hoje é diretor executivo da Empresa Memória Digital em Brasília. É responsável por projetos de produção de filmes de micro orçamento que utilizam dispositivos móveis. É coordenador geral do FILMAÊ.

GUILHERME PASTANA – Bacharel em Comunicação Social pela Universidade Estadual Paulista, com especialização em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas, desenvolve projetos e consultoria na área de Marketing Cultural. É um dos idealizadores do Festival FILMAÊ como produtor executivo do evento. Ministrou o curso de extensão “Animação e Humor“, na Universidade de Brasília, em 2003. Foi produtor executivo dos cinco vídeos realizados pela oficina ‘Um dia, Um filme’, no ano de 2017. Bacharel em Rádio e TV pela UNESP, trabalha como produtor de audiovisual desde 1996, atuando em diversos documentários, vídeos institucionais e comerciais de TV. Também trabalhou com artes para televisão, desenvolvendo cenários e vinhetas. Atualmente, trabalha como videografista e ilustrador na TV Câmara no desenvolvimento de projetos visuais (cenários, vinhetas, desenhos animados e artes explicativas). É produtor executivo do FILMAÊ.

GUILHERME CARVALHO – Graduado Bacharel em Artes Cênicas e pós-graduado com Mestrado em Arte pela Universidade de Brasília (UnB), onde foi professor da grade de Ensino a Distância – EaD, ministrou várias oficinas de teatro, teatro de bonecos e palhaço que resultaram em montagens e apresentações. É integrante e um dos fundadores do grupo Pirilampo – Teatro de Bonecos e Atores, onde atua como produtor, ator, dramaturgo e diretor de vários espetáculos desde 2001, como a peça “Toco“, contemplada como Melhor Espetáculo Infantil de 2016 pelo Prêmio SESC de Teatro Candango. Idealizou a plataforma “www.MeVer.com.br“, para produção e transmissão audiovisual com interação pela internet. Trabalha como Palhaço desde 2002, tendo participado de mostras e festivais nacionais e internacionais. Produziu, entre outros, cinco edições da Mostra Zezito de Circo e o evento ‘Brasília Outros 50’, em comemoração aos 50 anos da cidade. Atualmente é sócio e produtor executivo do FILMAÊ – Festival de Cinema Móvel de Brasília.

  

CURADORIA MOSTRA INTERNACIONAL

LUPE LEAL – Ator, diretor e gestor cultural, é mestre em Artes Cênicas e graduado em Cinema pela Universidade de Brasília. Tem formação artística complementar no DF e no exterior, como na Escola Internacional de Teatro Jacques Lecoq (França, 2017), no Teatro O Bando (Portugal, 2016) e na Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto (Portugal, 2012). Premiado pelo júri popular por “Movimentos de um ovo” no 1/4 de Cena – Festival de Cenas Curtas (2017). Trabalhou como ator e preparador de elenco em mais de uma dezena de curtas-metragens. Na área de dramaturgia e roteiro destacam-se “Coração é terra que ninguém vê” (co-roteirista) e “A floresta que se vinga” (2018), longa-metragem em que atua, dirige e roteiriza. É ator-pesquisador vinculado ao NEM – Núcleo Experimental em Movimento, que já circulou em temporadas e festivais no Brasil e no exterior. Integra o BR S.A. Coletivo de Artistas. Em 2019/20, participou da Semana de Programadores do Festival Internacional de Teatro Santiago a Mil (Chile) e Festival Internacional de Teatro de Buenos Aires como coordenador de internacionalização da Casa da Cultura da América Latina – de Brasília – e de parcerias culturais da Mostra Internacional de Teatro do Fundão.

JOAQUIM LIMA – É graduado em Relações Internacionais pela Universidade de Brasília e atua como produtor do grupo teatral NEM – Núcleo Experimental em Movimento. Em 2019, realizou a internacionalização dos espetáculos do grupo, que esteve em Chile, Angola, Portugal e Cabo Verde. Atua como produtor em diversos festivais, como o CENA CONTEMPORÂNEA – Festival Internacional de Teatro de Brasília, o Livre! Festival Internacional de Literatura e Direitos Humanos, o Festival de Brasília de Cinema Brasileiro, o Festival Coma, e o BIFF – Brasília International Film Festival. Produziu ainda o Festival CéU (Cena Universitária de Brasília), 2017, no Brasil e junto ao Netzwerkunst, em Bochum na Alemanha [2014]. Entre 2012 e 2013, trabalhou na Diretoria de Relações Internacionais do Ministério da Cultura.

PRODUÇÃO EXECUTIVA

THAY LIMEIRA – Pernambucana radicada em Brasília, produtora cultural e curadora de cinema com trajetória cineclubista, formada em Antropologia pela Universidade de Brasília (UnB). Atua na gestão, produção e curadoria de projetos culturais e de cinema. De 2012 a 2018, integrou a equipe da produtora cultural brasiliense Sétima Cinema, assumindo a direção de produção de diversos projetos como Festival Curta Brasília, Festival CineFoot e Festival InterAnima de Animação e Interatividade.  Como curadora, autou em importantes festivais e mostras do DF e do Brasil, como Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, Festival Taguatinga de Cinema, Festival Curta Brasília, Mostra Canavial (PE), Circuito Itinerante Cine Solar (SP). Atualmente, é diretora de produção da Mostra Cinema Urbana de Filmes de Arquitetura de Brasília e Produtora Executiva da 2º edição do Festival Filmaê de Cinema de Dispositivos Móveis.

SERVIÇO

Data: 14 a 19 de dezembro

Mais informaçõeswww.filmae.com.br

anuncio patrocinado
Anunciando...