Fez uma pausa nos estudos para concursos? Coaching dá dicas práticas de como retomar preparação

Estudar para concursos públicos não é uma tarefa fácil e demanda muito tempo e dedicação dos concurseiros. No meio do percurso podem surgir diversas adversidades, como reprovações, problemas de saúde e financeiros, entre outros desestimulantes que podem atrapalhar o sonho de ser servidor público. Desejar uma pausa é natural e às vezes necessária. Para aqueles que pararam por um tempo, mas desejam retomar o ritmo de estudos para concursos públicos, conversamos com coaching de concursos do Gran Cursos Online, Nelson Marangon.

Voltar aos poucos é o mais recomendado, segundo o especialista, tendo em vista que estudar para concurso requer um nível de concentração elevado. O coaching indica que os estudantes criem um hábito angular, ou seja, com pequenas ações e rotinas que possam gerar grandes resultados e transformações e elevar a quantidade de horas de estudos de maneira gradativa.

“É de suma importância que seu cronograma seja equilibrado e divida as disciplinas e sua respectiva importância em seu certame de maneira organizada. Indica-se que se estude de duas a três disciplinas por dia, alternando em ciclos de estudos. Isso fará com que você visite várias disciplinas do edital e evitará que fique fadigado estudando uma disciplina por um longo período.”

Após o retorno aos estudos é preciso ter, como ponto de partida, as matérias inclusas na parte básica do edital. Caso o edital ainda não tenha sido publicado, é preciso ter em vista que as matérias básicas costumam cair em diversos concursos e é preciso que o candidato esteja pronto para estudar com mais profundidade as matérias específicas após a publicação do edital.

Matérias obrigatórias

“Evidentemente, têm-se incontáveis certames e editais nas mais diversas áreas do conhecimento, entretanto poderíamos destacar um bloco básico de disciplinas que são fundamentais para a aprovação em concursos públicos de todos os níveis de escolaridade, quais sejam: língua portuguesa, raciocínio lógico matemático, informática, direito constitucional e direito administrativo. Exaurindo essas disciplinas, você estará partindo de um patamar diferenciado entre seus concorrentes, pois muitos candidatos deixam para se dedicar firmemente aos estudos, apenas, após a publicação do edital,” afirma o coaching.

Confira abaixo cinco principais dicas, destacadas por Nelson, para que os candidatos consigam retomar o ritmo de estudos:

“Saiba inicialmente, que o estudo de alta produtividade é consequência de uma soma de fatores habitualmente executados com excelência, ou seja, o famoso ‘ritmo de estudo’, em resumidas palavras, significa a manutenção de um hábito. Para regressar ao efetivo estudo retro mencionado siga as dicas e pontos destacados abaixo”.

  • Analisar as oportunidades atuais, número de inscritos, notas de corte para correção da redação e as bancas examinadoras que estão realizando a maioria dos certames. Ou seja, faça um completo “raio x” do cenário que pretende reingressar.
  • Definir um local para estudo: limpo, organizado, silencioso e sem interferências externas.
  • Definir seu material de estudos, e organizar todos essas fontes de conhecimento, antes de reiniciar a sua preparação.
  • Montar um cronograma de estudos equilibrado e condizente com a sua realidade.
  • Execução! Vá em busca do hábito: período superior a 45 dias em que você conseguirá desempenhar suas atividades com maior conforte e foco.
anuncio patrocinado
Anunciando...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui