Caso Rita: jovem é asfixiada após se recusar a ter relações sexuais 

0

Câmeras de segurança gravaram a menina e o suspeito caminhando na rua no dia em que ela desapareceu

 

Rita de Cássia, de 17 anos, desapareceu no caminho para a casa do namorado em Itapecerica da Serra (SP). Horas depois, no mesmo dia, câmeras de segurança flagraram a jovem caminhando ao lado de outro homem na rua. Agora, ela foi encontrada morta em uma área da mata. Willian, o suspeito do crime, está preso. Acompanhamos as investigações do caso; entenda

Rita saiu de casa no primeiro dia de março para ir até a casa do namorado, que é mecânico, mas ele estava fazendo um serviço em outro local. A jovem decidiu voltar para casa, mas não chegou até a sua residência. A família da menina fez buscas durante 4 dias

Câmeras de segurança mostraram Rita e um outro homem caminhando na rua, na noite do dia em que ela desapareceu. Poucos dias depois, o suspeito foi preso e confessou o crime

O suspeito foi identificado como Willian. Segundo informações, o homem seria usuário de drogas e atormentava a região furtando comércios e moradores. Ele tinha passagem pela polícia por tentativa de homicídio

Willian confessou a polícia que havia ido usar drogas com Rita. Ao se recusar a ter relações sexuais com o criminoso, o homem a atacou com uma cotovelada e asfixiou a vítima até a morte

Rita foi encontrada em um local de mata e o criminoso foi preso.

anuncio patrocinado
Anunciando...