Defesa de Lula diz que processos da Lava-Jato estão ”corrompidos”

Em nota publicada no site do PT, defensores do ex-presidente definam como ”ajustada” a atuação de procuradores e do ministro da Justiça

 

Em nota, a defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva também se manifestou sobre a reportagem publicada no site The Intercept Brasil. “Em diversos recursos e em comunicado formalizado perante o Comitê de Direitos Humanos da ONU em julho de 2016 demonstramos, com inúmeras provas, que na Operação Lava Jato houve uma atuação combinada entre os procuradores e o ex-juiz Sérgio Moro com o objetivo pré-estabelecido e com clara motivação política, de processar, condenar e retirar a liberdade do ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva”, afirma o texto assinado por Cristiano Zanin e publicado no site do Partido dos Trabalhadores (PT).
Para a defesa de Lula, “a atuação ajustada dos procuradores e do ex-juiz da causa, com objetivos políticos, sujeitou Lula e sua família às mais diversas arbitrariedades. A esse cenário devem ser somadas diversas outras grosseiras ilegalidades, como a interceptação do principal ramal do nosso escritório de advocacia para que fosse acompanhada em tempo real a estratégia da defesa de Lula, além da prática de outros atos de intimidação e com o claro objetivo de inviabilizar a defesa do ex-Presidente.”
Lula está preso há mais de um ano na Polícia Federal, em Curitiba. A prisão do petista ocorreu por determinação do então juiz federal Sérgio Moro, hoje ministro da Justiça.

anuncio patrocinado
Anunciando...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui