Segundo pesquisa do ObservaDF, a taxa de desemprego entre jovens do DF se aproxima de 40%

Os dados também mostram que as mulheres tendem a ter mais dificuldade em conseguir uma vaga

O ObservaDF, observatório vinculado ao Instituto de Ciência Política da Universidade de Brasília, apresenta novos dados. Intitulada “O que o jovem quer? A inserção no mercado de trabalho dos jovens no DF”, a pesquisa será divulgada oficialmente em uma live nesta quinta-feira (02), às 10h30, no YouTube do projeto.

De acordo com os dados, o número de jovens entre 15 e 17 anos fora da escola está reduzindo, porém, a evasão escolar ainda é um empecilho para a manutenção de vínculos trabalhistas. A maioria dos entrevistados pelo o ObservaDF afirmam que a necessidade de possuir uma renda durante o período de estudos é crucial, contribuindo para a informalidade dos trabalhos realizados.

Além disso, outra reclamação recorrente é de que as vagas disponíveis exigem muitos requisitos, o que muitas vezes não condiz com a realidade do salário oferecido.

Outro ponto importante trazido pelos dados são os fatores de gênero e raça. Mulheres, por exemplo, tendem a ter mais dificuldade em conseguir uma vaga. A pesquisa mostra que, atualmente, elas nem trabalham, nem estudam em proporções maiores que os homens.

Os jovens negros e pardos também possuem a menor porcentagem de estudo quando comparados aos brancos e amarelos.

A equipe do ObservaDF conta com os pesquisadores: Lúcio Remuzat Rennó Junior, Ana Maria Nogales Vasconcelos, Andrea Felippe Cabello, Frederico Bertholini e Guilherme Viana, e teve Michelle Fernandez como autora convidada para este relatório. Para receber todas as informações e atualizações sobre a pesquisa, assim como o acesso a esse estudo na íntegra, cadastre-se.

 

Live ObservaDF

Data: quinta-feira (02/06)

Hora: 10h30

anuncio patrocinado
Anunciando...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui