Planta Livre | Maconha no SUS : Pela democratização do uso livre e seguro

Evento: 08-JUNHO-2022
Concentração:  Em frente à Catedral de Brasília às 14 Horas saída 16:20
Nessa Quarta Feira dia 08 de junho, às 16 horas e 20 minutos.
Pacientes, mães, profissionais da saúde, coletivos, representes da sociedade e demais membros da comunidade Canabica vão as ruas do DF para a Marcha da Maconha Brasília DF 2022. Planta livre, Maconha no SUS. Pela democratização do acesso legal e seguro são os frutos de guerra desse evento que pede a regulamentação do uso medicinal e principalmente o fim da guerras as drogas que mata milhares de jovens nesse país, principalmente jovens negros e moradores de comunidades em vulnerabilidade social.
Como forma legítima de representar as verdadeiras demandas da sociedade pela regulamentação dos usos medicinal e social da maconha e pela criação de políticas públicas voltadas à reparação histórica dos grupos populacionais afetados pela equivocada guerra às drogas, o coletivo de Organização da Marcha da Maconha Brasília DF 2022, convida todes a fazer parte da construção coletiva da edição deste ano.
Desde 2008, a Marcha da Maconha do Distrito Federal representa e fortalece o debate no cenário nacional em torno de uma nova política pública sobre drogas, com o propósito de que seja reconhecido o direito ao consumo de uma substância não só benéfica à saúde, como capaz de proporcionar bem-estar e conforto tanto na individualidade quanto em rodas de conversas, fazendo com que  ideias e pensamentos sejam fluidos e resulte nas mais  diversas formas de expressão como:  arte, cultura, fé, música, tudo inerente à diversidade e à raiz do povo brasileiro.
Após dois anos afastada das ruas em razão da crise de saúde pública causada pela pandemia do novo  coronavírus, a Marcha da Maconha DF retorna às ruas em um cenário nacional e internacional mais aberto para o debate público, havendo expresso reconhecimento da ANVISA acerca do uso medicinal e do notório avanço da descriminalização e da regulamentação do uso da maconha em diversos países do mundo.
O tema deste ano, “PLANTA LIVRE e MACONHA NO SUS”, instiga o debate e torna pública a necessidade de avançarmos com a pauta para consagrar o direito individual e coletivo do consumo social da maconha e a necessidade de consolidação do uso medicinal, com a valorização da saúde pública de qualidade, inclusive ao contexto associativo de pacientes.
A marcha vai à rua fortalecer a luta e efetivar a correção histórica da equivocada proibição do uso da maconha e de sua associação criminosa. Visto que, torna-se cada vez mais evidente que seu uso além de social, salva vidas, dá alívio e conforto para milhares de pacientes que sofrem de doenças crônicas e necessitam de tratamentos a base de canabidiol.
anuncio patrocinado
Anunciando...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui