O Brasil e o World Cup de 2022: Tudo o que precisa de saber

 

Em circunstâncias normais num ano de World Cup, o torneio já estaria em curso e estaríamos todos a desfrutar do que só pode ser descrito como o maior carnaval de futebol que o desporto tem para oferecer. Contudo, devido ao clima extremo do Qatar durante o Verão do hemisfério norte, a competição foi transferida para Novembro e Dezembro – mudando completamente o formato das ligas e taças em todo o mundo.

Olhando para o site de aposta esportiva online Betfair, o Brasil é o favorito para ganhar a edição de 2022 do World Cup – o que poria fim à espera dos 20 anos da Seleção por um sexto título depois de ter sido campeão no Japão em 2002, derrotando a Alemanha por 2-0 no Estádio Internacional de Yokohama, graças a dois golos de Ronaldo.

Assim, embora tenhamos de esperar alguns meses para saber se o plantel do Tite irá prevalecer sobre o seu estatuto de favoritos ou desmoronar-se sob a imensa pressão que tem feito inúmeras vezes ao longo das últimas décadas, reunimos este guia de tudo o que precisa de saber antes do World Cup.

Como o Brasil garantiu o seu lugar no Qatar

Embora a classificação COMNEBOL do Brasil ainda não tenha terminado tecnicamente, uma vez que ainda precisam de jogar a sua última partida contra os seus velhos adversários, a Argentina, após o abandono do concurso inicial em circunstâncias bizarras, a Seleção tem a garantia da primeira posição após vencer 14 e empatar três dos 17 jogos até agora – marcando 40 golos e sofrendo apenas cinco.

A partida final contra a Albiceleste, que ainda não tem data confirmada, não será, portanto, mais do que um jogo de aquecimento para a World Cup, uma vez que a classificação final está selada. Mas nenhuma das partes vai querer perder o seu recorde invicto nas eliminatórias, pelo que continuará a ser um jogo intenso e ambas vão querer a confiança de vencer antes de irem para o Qatar.

Quem irá o Brasil enfrentar no seu grupo?

O Brasil foi sorteado no Grupo G com a Sérvia, Suíça e Camarões, todos relativamente familiares para a Seleção – uma vez que enfrentaram as duas nações europeias na fase de grupos da World Cup de 2018, derrotando a Sérvia por 2-0 mas empatando em 1-1 com a Suíça, enquanto que os camaroneses venceram os Camarões por 4-1 no Grupo A em solo nacional em 2014.

O Brasil vai adorar as suas hipóteses de vencer as três selecções no Qatar e de se classificar para os oitavos-de-final com facilidade. Curiosamente, se o Brasil chegar ao topo do Grupo G, poderá haver um encontro entre todos os sul-americanos nas oitavas-de-final – uma vez que enfrentará os vice-campeões do Grupo H e que parece provável que seja o Uruguai, que enfrentará Portugal, Gana e Coreia do Sul.

Olhando mais abaixo no seu caminho para a final, o Brasil poderá enfrentar a Argentina nas meias-finais. Com tanto em jogo, que partida seria essa.

Quem fará parte do plantel?

Não deve haver demasiadas convocações surpresa para a selecção brasileira para o Campeonato do Mundo, com os seus recentes vencedores da Champions League – Éder Militão, Casemiro, Rodrygo e Vinicius Junior na esperança de acrescentar ao seu troféu de 2022, enquanto Alisson, Ederson, Gabriel, Thiago Silva, Alex Telles, Fabinho, Bruno Guimarães, Fred, Gabriel Martinelli, Philippe Coutinho, Raphinha, Richarlison e Gabriel Jesus são rostos familiares para os seguidores da Premier League.

Neymar, a quem se juntará o seu companheiro de equipa Paris Saint-Germain Marquinhos, liderará a linha e o peso das expectativas da nação estará mais uma vez sobre os seus ombros. No entanto, a pressão deve ser um pouco aliviada, uma vez que esta equipa ostenta mais qualidade do que qualquer outra equipa do Campeonato do Mundo do Brasil nos últimos anos.

anuncio patrocinado
Anunciando...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui