No Noroeste, briga de família vira caso de polícia; veja vídeo

Segundo informações preliminares da Polícia Militar, dois homens e uma mulher estavam envolvidos na confusão, que aconteceu na madrugada desta sexta (13/5) no apartamento de um dos prédios da Quadra 107

 

Uma briga entre familiares assustou moradores da Quadra 107 do Noroeste, no Distrito Federal, e virou caso de polícia. De acordo com informações preliminares da Polícia Militar do DF (PMDF), dois homens e uma mulher estavam envolvidos na confusão, que aconteceu na madrugada desta sexta-feira (13/5), no apartamento de um dos prédios da quadra.

Testemunhas relataram ao Correio que uma mulher começou a gritar e pedir socorro por volta das 23h da quinta-feira (12/5). “Ela estava desesperada”, relata uma das moradoras, que optou em não se identificar. Diante dos gritos, moradores resolveram ligar para a polícia. “Achamos que ela estava sofrendo algum tipo de violência doméstica”, relata.

De acordo com a testemunha, após chamar a polícia, um dos homens envolvidos na discussão fugiu pelo parque Burle Marx. Os militares iniciaram as buscas, com viaturas e, até mesmo, com o uso de helicóptero, mas, até a última atualização da reportagem, o homem não havia sido localizado
De acordo com a testemunha, após chamar a polícia, um dos homens envolvidos na discussão fugiu pelo parque Burle Marx. Os militares iniciaram as buscas, com viaturas e, até mesmo, com o uso de helicóptero, mas, até a última atualização da reportagem, o homem não havia sido localizado(foto: Reprodução/Material Cedido ao Correio)

 

De acordo com a testemunha, após chamar a polícia, um dos homens envolvidos na discussão fugiu pelo parque Burle Marx. Os militares iniciaram as buscas, com viaturas e, até mesmo, com o uso de helicóptero, mas, até a última atualização da reportagem, ele não havia sido localizado. “Parece que ele fazia uso de uma tornozeleira eletrônica”, informou a moradora. Em áudio compartilhado no grupo de moradores do prédio, a descrição do indivíduo é relatada. “Ele é moreno de pele, alto, forte e está usando uma jaqueta preta e calça jeans”, informou um dos moradores do prédio.

Veja o vídeo das buscas. 

O  questionou a PMDF quanto ao uso da tornozeleira, mas, segundo a corporação, não é possível confirmar a informação. Ainda, segundo a Polícia Militar, não há confirmação da causa da briga. “Há informações desencontradas, primeiro para uma briga generalizada, depois para violência doméstica”, explicou a corporação. O Correio procurou, ainda, a Polícia Civil do DF para mais informações sobre o caso. Até a publicação da reportagem, a corporação não havia respondido.

anuncio patrocinado
Anunciando...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui