Maioria dos advogados do DF consultados em pesquisa aprovam porte de arma

Dos 50,5 mil advogados habilitados da OAB-DF, 4,7 mil participaram da votação e 71% disseram aprovar porte de armas para a advocacia

A Seccional do Distrito Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/DF) divulgou a Consulta à Advocacia, que mostra dados sobre o porte de armas para a advocacia e digitalização da Justiça. No primeiro quesito, 3,3 mil (70,9%) votaram a favor e 1,3 mil (29,1%) contra. A coleta de dados da pesquisa terminou na tarde de sexta-feira (1º/7).

Antes, foram realizadas duas audiências públicas que ouviram membros da OAB-DF. Tanto as audiências quanto a consulta foram iniciativas inéditas da seccional da ordem dos advogados. Os resultados servirão de base para a atuação da OAB Nacional junto ao Congresso Nacional e serão divulgados pelos canais da entidade.

Resultados da consulta

Dos 50,5 mil advogadas e advogados habilitados, 4,7 mil participaram da votação. Além do tema “Porte de Armas pela Advocacia”, a consulta perguntou sobre a “Digitalização da Justiça”. Sobre esse último tópico, 3,5 mil profissionais (76,31%) são a favor do retorno às atividades presenciais e híbrido em todas as instâncias do Poder Judiciário.

Outros 883 advogados (18,73%) são a favor do imediato retorno presencial da 1ª instância, 2ª instância e instâncias extraordinárias, enquanto 234 (4,96%) concordam que o ideal é o retorno às atividades presenciais da 1ª instância e híbrido nas demais.

Com informações da OAB-DF

anuncio patrocinado
Anunciando...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui