Influencer diz ter passado por exorcismo forçado por causa de tatuagens

DeeDee é uma das principais vozes contra o preconceito a tatuados no país asiático

 

A influenciadora digital DeeDee Villegas passou por uma sessão de exorcismo publica e de forma forçada por conter o corpo coberto por tatuagens. Segundo ela relatou nas redes sociais, um padre se deparou com os desenhos na pele e afirmou que as imagens eram “demoníacas”.

Uma das principais vozes ativistas contra o preconceito a tatuados nas Filipinas, a influencer detalha que sofreu a exorcização em um transporte público de Cebu (uma cidade do país asiático), diante de outros passageiros, quando o religioso entrou no veículo e se chocou ao vê-la. As informações são da coluna Fernando Moreira, do jornal Extra.

“Sofro abuso diariamente nas ruas”, desabafou DeeDee em um vídeo publicado no Tik Tok. A Influenciadora, que é formada em Belas Artes, recordou que se tornou viral quando compartilhou uma foto da formatura, há 3 anos, e recebeu muito apoio — mas também conotações negativas.

Histórico de tatuagens:

A filipina relatou que começou com um desenho, um mosaico tribal, e depois ficou “viciada” em tatuar a pele e não parou mais. Ela cobriu, inclusive, o rosto. DeeDee também tatuou os globos oculares, pintando-os completamente de preto. Ao todo, a influencer já investiu R$ 120 mil em tatuagens e outros procedimentos de modificação corporal, em centenas de horas de trabalho, contou uma reportagem do Daily star.

Para os que se sentem depreciados por causa das suas tatuagens, ela manda um recado:
“Lembre-se sempre de que você está no controle de sua vida. Assim, o esforço das pessoas para jogar negatividade em você não tem valor algum. E, por último, não faça coisas para ‘provar que as pessoas estão erradas’, faça coisas por você.”

anuncio patrocinado
Anunciando...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui