CCBB Educativo celebra o Dia do Cinema Nacional

 

 

Exibição de filmes produzidos pela Thul’sê, produtora de audiovisual indígena, seguida de debate sobre produção audiovisual, celebram 19 de junho, Dia do Cinema Nacional, no Cine CCBB

 

O CCBB Educativo promove a cada mês uma atividade em comemoração a uma data especial. Em Junho, a celebração é pelo Dia do Cinema Nacional. No dia 19 de junho, às 15h, serão exibidos três filmes produzidos pela Thul’sê, produtora de audiovisual indígena: O som dos pés, Etxhô Nandudya e Yakhe.

 

Após a exibição dos filmes, o CCBB Educativo recebe dois convidados da produção, direção ou atuação dos filmes para um debate aberto ao público sobre a produção audiovisual contemporânea.

 

A Thul’sê Audiovisual é uma produtora independente de cinema indígena, que tem como propósito de trabalho e luta “descolonizar imaginários, demarcar telas, ocupar, recontar e protagonizar a própria história”. A Thul’sê, enquanto projeto de comunicação social, visa o registro da cultura Fulni-ô, grupo indígena de Pernambuco, em suas distintas formas de manisfestação.

 

A data, 19 de junho, foi intitulada Dia do Cinema Brasileiro por causa de um marco histórico: a realização das primeiras imagens cinematográficas no país.A Baía de Guanabara, no Rio de Janeiro, foi filmada em 19 de junho de 1898, pelo italiano Afonso Segreto, que estava a bordo do navio Brésil.

 

Sobre os filmes

O som dos pés
A produção narra o cotidiano de Keno, indígena do povo Fulni-ô, agricultor, que extrai das plantas medicinais os remédios para sua própria cura. O filme faz um paralelo entre a agricultura orgânica, a relação com a terra e a visão indígena sobre isolamento social, dentro da comunidade tradicional em Águas Belas, interior de Pernambuco.

Etxhô Nandudya
Desde o surgimento do coronavírus, o povo Fulni-ô vem acompanhando as notificações dadas principalmente por jornais televisivos e pela internet. Acreditava-se que seria impossível o vírus chegar ao Brasil, mas chegou, impactando toda forma de convivência na aldeia e, com isso, fazendo surgir novas estratégias para tentar seguir as orientações dadas pela OMS.

 

Yakhe

Um filme sobre a discriminação enfrentada pelos indígenas nas suas diferentes formas, às vezes marcada pela violência física, outras marcadas no discurso “ingênuo”. Uma sintomia de quem viveu e que luta para tomar espaço.

Serviço:

Dia do Cinema Nacional

Data: 19 de Junho, às 15h

Classificação indicativa: Livre

Local: Cinema do CCBB Brasília

Acesso: Evento gratuito.

Capacidade: 70 pessoas, com retirada de ingresso na Bilheteria do CCBB.

anuncio patrocinado
Anunciando...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui