Assassinato de petista: delegada é afastada do caso

Em coletiva realizada na manhã de hoje (11), o promotor Tiago Lisboa havia defendido Iane, mas a SESP já anunciou a nova delegada

Na manhã desta segunda-feira (11), em coletiva de imprensa, o promotor de justiça Tiago Lisboa falou sobre Iane Cardoso, até então delegada do caso do assassinato do petista em Foz do Iguaçu. Em publicações antigas em rede social, Iane fez critica ao PT. “As pessoas têm seus posicionamentos políticos e, eventualmente, os externam, mas isso não deve impedir que exerçam, com responsabilidade, suas funções”, afirmou Tiago.

Entretanto, a Secretaria da Segurança Pública do Paraná (SESP), por meio de nota oficial, informou que, a delegada Camila Cecconello, chefe da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), presidirá o inquérito policial e já chegou em Foz do Iguaçu.

“Uma equipe de investigadores da DHPP vinda de Curitiba reforça os trabalhos para garantir celeridade na apuração dos fatos”, diz a nota oficial.

A SESP também informou que a Polícia Civil conta com o apoio da Pollícia Científica para finalização das perícias necessárias.

anuncio patrocinado
Anunciando...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui