Ameaça de bomba na Embaixada da Rússia mobiliza policiais e bombeiros

Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) está no local para prevenir um possível incêndio. Polícia Militar do DF (PMDF) participa da operação com esquadrão antibombas

A Embaixada da Rússia sofreu uma ameaça de bomba, na manhã desta quinta-feira (14/7), após o segurança do local receber uma ligação anônima. O Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) está no local para prevenir um possível incêndio. Uma viatura e equipamentos com pessoal especializado em produtos perigosos foi acionada para fazer uma varredura com possíveis artefatos tóxicos e químicos.

A Polícia Militar do DF (PMDF) atua na ocorrência com o esquadrão antibombas. Acionada a Operação Petardo, a corporação também realiza uma varredura na área. O Batalhão de Operações Especiais (Bope) solicitou aumento no perímetro de segurança.

O subtenente Charles Palomino, do Corpo de Bombeiros Militar do DF, afirma que a ocorrência entrou no sistema da corporação às 10h15. Ele conta que o vigilante da embaixada recebeu a ligação de uma pessoa que ameaçou explodir uma bomba no local. “De imediato, deslocamos nossas guarnições, e estamos presente aqui no local com cinco viaturas dentre elas viaturas de combate a incêndio salvamento, produtos perigosos, caso seja uma ameaça com produtos químicos”, informa.

No local, também há viaturas de atendimento pré-hospitalar para prevenção de possíveis acidentes. Segundo militares da Polícia Militar, foi encontrado um artefato. “Mas de potenciais riscos, não temos essa informação ainda”, conclui o militar.

Tanto a edificação da Embaixada da Rússia quanto as vias de acesso estão interditadas sem nenhum acesso a pedestres. Após identificado o material, foi feita a averiguação para ver se não tinha nenhum tipo de substância ou produto biológico. Mas, essa averiguação foi dificultada pois o objeto estava dentro de uma caixa lacrada e blindada para a segurança de todos.

De acordo com a 1ª Delegacia de Polícia (Asa Sul), o objeto foi neutralizado pela equipe anti bombas, e era um capacete branco com lanterna. Visto que não havia risco, as guarnições foram liberadas.

Confira abaixo um vídeo de um policial militar do esquadrão antibombas durante manuseio do objeto.

Alguns minutos depois de realizada a perícia, em frente à embaixada, o material foi explodido pelo esquadrão de bombas do Bope. O Corpo de Bombeiros acrescenta que a liberação do local, bem como das vias, só será feita depois que houver a certeza que a segurança de todos está preservada. No momento, o local ainda está interditado.

anuncio patrocinado
Anunciando...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui