A delicadeza e a versatilidade do rose gold na decoração

Em tom rosado, acabamento metálico faz bonito em diferentes estilos de decoração, desde ambientes românticos até industriais;

 

Acompanhe as dicas da arquiteta Júlia Guadix, do Studio Guadix 

A arquiteta Júlia Guadix, do Studio Guadix, apostou no rose gold na luminária de piso, posicionada ao lado do sofá. A escolha ficou em harmonia com o décor composto por candy colors, tons terrosos e a madeira em evidência | Foto: Guilherme Pucci

Os objetos metalizados ganharam espaço na decoração nas mais variadas peças, desde móveis até itens decorativos. E, se antes o prateado e o dourado encabeçavam a lista de metálicos para os ambientes, agora é o Rose Gold que ganhou lugar no coração dos apaixonados por decoração. “O toque rosado é versátil e pode ser utilizado em diferentes tipos de decoração”, afirma a arquiteta Júlia Guadix, à frente do escritório Studio Guadix.

 

No mercado, o Rose Gold está disponível em dois acabamentos: o opaco ou polido. A primeira versão garante um toque rústico, enquanto a segunda opção é mais moderna e perfeita para estilos mais urbanos e atuais, como escandinavo ou até mesmo o industrial. Aclamado há algum tempo, está longe de cair da moda. “Em geral, as tendências que são muito marcantes e carregadas passam rápido. Mas com o rose gold é diferente, pois sua aplicação acontece em detalhes. Por isso, seguirá como queridinho por muito tempo”, afirma a arquiteta.

Releitura da cadeira Bertoia, clássico do design mundial assinada pelo designer Harry Bertoia, a peça da Tok&Stok trouxe o rose gold para a varanda, que também faz as vezes de sala de jantar Projeto Studio Guadix| Foto: Guilherme Pucci

Em móveis como cadeiras, o material pode ser trabalhado em linhas finas, trazendo leveza na decoração. Para quem tem medo de ousar, a dica da arquiteta é utilizar o acabamento em pequenos detalhes e que podem ser trocados com mais facilidade. “Os puxadores e maçanetas de porta também entraram na cena do rose. Pode ser uma oportunidade muito bacana para mergulhar no tom“, relata Júlia.

Na sala de jantar, o rose gold marca o pendente, transformando-se em um item decorativo na composição do ambiente | Projeto Studio Guadix| Foto: Guilherme Pucci

Que tal um frigobar retrô? O modelo que conquistou os brasileiros nas versões vermelha e preta, chegou ao mercado com o pé em rose gold, perfeito para ambientes com a pegada escandinava, como o decorado por Júlia Guadix | Projeto Studio Guadix| Foto: Guilherme Pucci

 “Quando o rose gold surgiu, era utilizado em ambientes claros e com muito branco. Mas, como já estamos há alguns anos com a cor na decoração, já percebemos referências em cores mais escuras. O azul marinho e o preto, por exemplo, ajudam a construir uma decoração mais dramática”, aconselha Julia | Projeto Studio Guadix | Foto: Guilherme Pucci

Sobre Studio Guadix

Fundado em março de 2016 pela arquiteta Júlia Guadix, o escritório, que antes se chamava Liv’n Arquitetura, nasceu com o intuito de construir, juntos aos seus clientes, projetos originais e personalizados promovendo mudanças tanto no imóvel quanto no estilo de vida dos moradores. No ano de 2022 houve uma reformulação, onde a equipe familiar, formada por Júlia e seu irmão Victor decidiram mudar o nome do escritório para Studio Guadix, em referência ao sobrenome da família. Mesmo com a mudança, a arquiteta mantém em seus trabalhos a ideia de conforto e modernidade, que estão nos mais de 22 projetos de reformas realizados. Com um estilo simples, acolhedor e atemporal, a profissional utiliza elementos como madeira, tijolo, cimento queimado, plantas, tons neutros com pontos de cores na maior parte de seu trabalho.

 

anuncio patrocinado
Anunciando...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui