Mineração de dados: afinal, como funciona o data mining?

mineração de dados

É cada vez mais comum que as empresas tenham acesso a um alto volume de informações. Para que elas possam ser filtradas e utilizadas de forma estratégica, existe a mineração de dados.

A internet trouxe uma série de facilidades, tanto para pessoas físicas quanto para pessoas jurídicas. Diante disso, nada mais natural do que colher benefícios que ajudam na rotina e tornam o dia a dia mais simples.

Um cliente, por exemplo, pode encontrar muito mais facilmente um produto que deseja ao realizar uma pesquisa no mundo virtual. Pode também conhecer novas tendências e itens por meio dos sites, de blogs e até das redes sociais.

Ademais, um usuário pode interagir sobre os mais diversos assuntos, que vão desde uma receita de bolo até a busca por um software para controle de pesagem para implementar na sua empresa.

Ao fazer pesquisas e interagir no mundo virtual, essa pessoa está gerando uma ampla quantidade de dados, que podem ser muito bem aproveitados por empresas que desejam otimizar os seus processos e conquistar novos negócios mais facilmente.

Porém, um desafio que veio juntamente com essa facilidade de obter dados é de perceber e utilizar apenas aqueles que fazem sentido dentro das estratégias de uma companhia, independentemente do segmento em que ela atua.

Eis que surge a mineração de dados: um meio para que as empresas possam tomar decisões mais assertivas e direcionadas diante de elementos que podem fazer toda a diferença na sua gestão.

Se você ainda não conhece esse conceito, mas percebe que ele é de suma importância nos tempos atuais, não deixe de seguir na leitura deste artigo e entenda o que é a mineração de dados e como ela funciona. 

O que é, afinal, a mineração de dados?

Para que uma empresa possa começar a vender bateria de 150 amperes para caminhão, em geral, ela faz pesquisas no seu setor para entender qual é a demanda por esse tipo de produto, de modo a conseguir obter lucros para o seu negócio.

Diante disso, ela obterá uma série de informações que vão ajudar nessa tomada de decisão de forma otimizada e produtiva. Com o advento da internet, essa coleta de dados se tornou muito mais abundante e positiva.

Mas, afinal, o que é a mineração de dados? De forma muito simples, o data mining se trata de um processo de análise de amplas quantidades de informações, que estão disponíveis em bancos de dados.

Essas informações são essenciais para que se possa encontrar padrões e tendências no mercado. Por isso, o processo de mineração de dados faz com que dados ainda não trabalhados possam se tornar interessantes para uma companhia.

Nesse sentido, a análise desses dados fornece insights de suma importância para as empresas, ajudando-as a solucionar questões e identificá-las o mais rápido possível, de maneira que seja possível reduzir custos e riscos desnecessários.

Ao mesmo tempo, a mineração de dados permite que uma companhia de gestão de frotas ou de qualquer outro segmento do mercado melhore a experiência dos seus clientes, pois consegue prever o comportamento e a preferência dos consumidores.

Sendo assim, ao apostar no uso de um software para encontrar padrões nos bancos de dados, essas empresas entendem mais sobre o seu público, o que proporciona o desenvolvimento de estratégias eficazes.

Dessa forma, há vários benefícios que podem ser colhidos diante da realização da mineração de dados, sendo alguns dos principais:

  • Tomada de decisões ágil e automatizada;
  • Campanhas de marketing mais eficazes;
  • Encontrar dados relevantes mais rapidamente;
  • Entender melhor a jornada do cliente.

Por isso, seja um estabelecimento de coworking sala de treinamento ou uma companhia de informática, a empresa que utiliza o data mining pode alcançar resultados melhores, como a redução de custos e aumento das vendas, mais rapidamente. 

Como funciona o data mining?

O processo de mineração de dados consiste em quatro etapas fundamentais, que permitem um melhor aproveitamento das informações e a utilização delas de maneira estratégica e funcional. Entenda quais são elas adiante.

1. Definição de objetivos e metas

Qualquer tipo de estabelecimento deve ter um planejamento interno, no qual determine quais são as suas operações e quais serão os seus objetivos diante disso, tanto para o curto quanto para o médio e longo prazo.

O data mining, ou seja, o processo de mineração de dados, funciona como uma análise e, por isso, deve estar de acordo com o que foi estipulado previamente. Portanto, é essencial estabelecer um alinhamento entre mineração e estratégia.

Sendo assim, é preciso entender como a mineração de dados pode ser utilizada para potencializar o alcance dos objetivos e metas da companhia.

Afinal, dessa forma, tanto uma oficina credenciada hdi como um escritório de contabilidade podem definir qual será a questão resolvida com o uso da mineração de dados e quais informações se tornam úteis para a empresa.

2. Eliminação de redundância

Diante de tantos dados, um dos passos mais importantes, que é também a segunda etapa do data mining, é a exclusão dos dados que são redundantes ou que estão duplicados.

Com isso, ficam apenas os dados que se tornam pertinentes ao negócio, sendo possível integrá-los com estratégia, por meio de análises individuais das fontes dessas informações.

É comum que nessa fase ainda existam muitas informações irrelevantes ou estranhas ao objetivo da companhia. Por isso, estabelecer critérios e definir como serão úteis esses dados é fundamental para avançar no data mining.

3. Limpeza de dados

O próximo passo se trata da limpeza de dados. Aqui, o processo funciona eliminando informações que não são úteis para a companhia. Isso se faz depois de estabelecidos os devidos parâmetros que são relevantes para a empresa.

Sendo assim, essa é a etapa na qual os dados que são considerados interessantes para o negócio são mantidos, como é o caso da geolocalização, da faixa etária, do gênero, dos interesses e outras informações do público.

Ou seja, é aqui que uma empresa que faz portaria virtual ou qualquer outro serviço mantém os dados que os potenciais clientes do seu negócio ofereceram em algum momento da sua navegação no site.

4. Mineração de dados

Por fim, é aplicada, de fato, a mineração de dados. Com as informações que foram sendo refinadas até aqui, chega o momento de usar técnicas para relacionar os dados filtrados e tratados, relacionando assim os resultados.

Utilizando uma avaliação focada nos objetivos estabelecidos anteriormente, é possível construir essas relações, o que permite a identificação dos padrões de dados que são úteis para a companhia.

É como uma empresa que quer vender transformador de alta tensão monofásico: ela percebe que o perfil dos seus clientes é semelhante, de modo que passa a entender o que mais ajuda na negociação e venda desse tipo de produto.

Com a mineração de dados, essa abrangência é ainda maior, pois não está limitada pelas barreiras geográficas, de modo que a empresa passa a conseguir entender ainda melhor o seu público após a aplicação do processo de data mining.

A mineração de dados e a área de TI

Como não poderia deixar de ser, a área de TI é muito importante para o processo de mineração de dados. Os profissionais que atuam na área, inclusive, conseguem ter uma perspectiva muito promissora da carreira.

De fato, a tecnologia é um elemento auxiliar em todo esse processo. Ela permite que um portão basculante manual seja construído mais rapidamente, da mesma forma que oferece a coleta de dados de modo ininterrupto por um período de tempo indeterminado.

Mas, mesmo que a tecnologia traga essa facilidade, é fundamental que exista um processo feito por humanos, uma vez que a capacidade de aplicar técnicas de forma personalizada ainda é um tanto limitada dentro das ações automatizadas.

Por isso, a presença e o trabalho de um analista de TI no processo de mineração é essencial, pois é só a partir do estudo de técnicas, da elaboração de relatórios e da aplicação de mecanismos que se pode obter um ROI interessante.

Em resumo, o que se pode dizer é que a mineração de dados precisa ser gerenciada por uma equipe capacitada, para que os dados desejados sejam coletados de forma eficiente e estratégica e possam trazer os retornos almejados com sucesso.

Considerações finais

A tecnologia é hoje um dos elementos que mais contribui para o crescimento das empresas. Sendo assim, nada mais fundamental do que utilizá-la a favor do desenvolvimento de uma companhia. Aqui, a coleta de dados relevantes é um destaque.

Sendo assim, justamente porque as informações são interessantes, é preciso ter estratégia, e a mineração de dados pode ajudar. Por isso, não deixe de considerar a aplicação do data mining e obtenha informações preciosas para a sua companhia.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

anuncio patrocinado
Anunciando...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui