Um Vizinho atirou contra um casal gay e grita várias ofensas homofóbicas no RJ

Segundo relato das vítimas, agressões teriam sido motivadas por homofobia. Vídeo de câmeras de segurança mostram o agressor gritando insultos relacionados a sexualidade do casal

 

Um casal foi atacado a tiros após uma discussão em Campo Grande, Zona Oeste do Rio, na madrugada de domingo (23/6). Segundo os jovens, o ataque foi motivado por homofobia. A agressão foi registrada por câmeras de segurança do condomínio, que inclusive, mostram o agressor gritando insultos relacionados à sexualidade do casal. Nenhum dos disparos atingiu os rapazes.

Segundo relato das vítimas Marlon Douglas, de 26 anos, e Ruan Vicente, 25 anos, tudo começou quando o casal estava conversando na calçada em frente ao prédio. O vizinho teria chegado de carro, acompanhado da esposa e alterado, por volta de 1h, exigindo que o casal saísse do local.

O casal então se recusou a deixar o local, levando ao início de uma discussão. Após o desentendimento, Marlon e Ruan decidiram sair, e nesse momento, o homem efetuou diversos disparos, que ainda de acordo com as vítimas, encontraram cápsulas de bala dentro da vila em que um dos jovens mora.

“Ele começou a nos insultar, dizendo coisas horríveis sobre nossa sexualidade. Ele deu por volta de uns seis tiros na gente, a uns 50 metros de mim e do meu namorado. Quando nós atravessamos o portão do condomínio, ele efetuou mais uns seis ou sete disparos”, relatou Marlon.

“Tinha uma cápsula também dentro da casa do meu tio, que mora na rua em que tudo aconteceu”, relata o jovem que alegou ainda estar sofrendo difamação e calúnia de outras pessoas do bairro depois do ocorrido.

“A gente só quer a repercussão sobre o que aconteceu com a gente para que isso não aconteça novamente e para que as pessoas não achem que nós somos os culpados de uma situação como essa. Só estávamos conversando”, disse o jovem.

A Polícia Militar informou que agentes do 40º BPM (Campo Grande) foram acionados para a ocorrência de tentativa de homicídio, mas o atirador fugiu antes da chegada dos equipes. Os PMs chegaram ir no endereço indicado como residência do suspeito, mas ninguém foi encontrado.

Em nota, a 35ª DP (Campo Grande) informou que as investigações estão em andamento para identificar autor do ataque e esclarecer o caso.
anúncios patrocinados
Anunciando...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.