Restos mortais de mulher desaparecida há 43 anos são encontrados em lago

0

Alberta Leeman estava desaparecida desde 1978 e foi encontrada acidentalmente por uma equipe de mergulhadores amadores de caça e pesca em New Hampshire, nos Estados Unidos

 

Um grupo de mergulhadores do New Hampshire Fish and Game Department — que pode ser traduzido como Clube de Caça e Pesca de New Hampshire — pode ter solucionado um mistério que já durava 43 anos.

É que em 25 de julho de 1978, Alberta Leeman, com 63 anos de idade na época, desapareceu sem deixar rastros. Agora, o carro que pertencia a ela — um Pontiac LeMans 1972 — foi encontrado submerso próximo a uma ponte no rio Connecticut, que atravessa alguns estados a nordeste dos Estados Unidos.

Polícia identificou o carro de Alberta Leeman e, agora, precisa confirmar a identidade dos restos encontrados
Polícia identificou o carro de Alberta Leeman e, agora, precisa confirmar a identidade dos restos encontrados(foto: Polícia Estadual de New Hampshire)

A descoberta foi divulgada na última sexta-feira (6/8) pela Polícia Estadual de New Hampshire. De acordo com a nota, restos mortais de uma pessoa estavam dentro do veículo que, aparentemente, esteve afundado nas últimas décadas. Entretanto, ainda não foi possível confirmar que é mesmo Alberta Leeman, mas há fortes indícios de que seja ela.

O texto explica que a idosa desapareceu de uma maneira insuspeita e que, provavelmente, ela se deslocava da cidade de Lancaster, em que morava, para o município vizinho Lunenburg, que fica em Vermont. Agora, as polícias das duas regiões trabalham em conjunto para que tudo seja esclarecido à família.

Tecnologia

Encontrar o carro submerso só foi possível porque o grupo de caça e pesca usa a tecnologia de sonar para desenvolver suas atividades. O equipamento foi desenvolvido para localizar submarinos em tempos de guerra, mas, atualmente, é associado a vários campos como navegação, pesca, estudos subaquáticos e pesquisas atmosféricas.

Funciona de uma maneira simples: um aparelho emite pulsos de som e mede a velocidade do retorno delas. Comparando com parâmetros pré-estabelecidos, ele consegue dizer a que distância está um objeto. Foi assim, por exemplo, que exploradores conseguiram encontrar e fotografar os destroços do Titanic.

anuncio patrocinado
Anunciando...