Reino Unido proibirá venda de novos carros a gasolina e diesel

0

A proibição irá valer a partir de 2035. O Reino Unido também se comprometeu a alcançar a neutralidade de carbono até 2050

 

O governo do Reino Unido proibirá a partir de 2035 a venda de novos veículos a gasolina e diesel, incluindo os híbridos, como parte dos esforços para alcançar a neutralidade de carbono, anunciou o primeiro-ministro Boris Johnson nesta terça-feira em Londres.
Johnson participou em um evento de apresentação da Conferência das Nações Unidas sobre a Mudança Climática 2020, a COP26, que acontecerá na cidade escocesa de Glasgow em novembro.
O Reino Unido se comprometeu por lei a alcançar a neutralidade de carbono até 2050, o que exigirá uma combinação de cortes nas emissões de gases do efeito estufa e medidas de compensação, como plantar mais árvores.
O país já havia previsto acabar com a venda de veículos a gasolina e diesel em 2040, mas agora a proibição será antecipada em cinco anos e passa a incluir os veículos híbridos.
“A celebração da COP26 é uma importante oportunidade para que o Reino Unido e as nações de todo o mundo deem um passo adiante na luta contra a mudança climática”, disse Johnson.
“2020 deve ser o ano em que mudamos a tendência sobre o aquecimento global, será o ano em que escolhemos o futuro mais limpo e mais verde para todos”.
Edmund King, presidente da associação automobilística britânica AA, considera o novo objetivo de venda de automóveis um desafio.
“Devemos questionar se teremos o suprimento suficiente de veículos de zero emissões em menos de 15 anos”, disse. Também pediu ao governo que reduza o imposto sobre as vendas de veículos elétricos para torná-los mais acessíveis.
anuncio patrocinado
Anunciando...