Projeto Inclusivo GRATUITO e Online lança no Dia das Crianças livros em animações em libras e audiodescrição/ APPs

0

Literatura Acessível 3.0 transforma livros multiformato em animações

Lançamento acontece no Dia das Crianças

O Instituto Incluir e a Burburinho Cultural prepararam uma surpresa e tanto para o Dia das Crianças: será lançado neste dia 12 o projeto Literatura Acessível 3.0, composto por três livros inéditos e animados em Libras, e três videoclipes, em Libras e audiodescrição, tudo disponível em um canal online gratuito e um aplicativo que poderá ser baixado, também de forma gratuita, na PlayStore (versão androide) e Apple Store (IOS).

Escritos pela ativista social, psicóloga e doutoranda em Educação Carina Alves, os livros têm como protagonistas crianças com deficiência, que descobriram uma vida feliz por meio do esporte e de formas diversas de participação social. O projeto foi viabilizado pela Lei do ISS, da Secretaria Municipal de Cultura do Rio de Janeiro.

“A etapa 3.0 marca mais um degrau do Literatura Acessível. Nosso sonho é ver os personagens e suas mensagens inspiradoras chegarem a um público cada vez maior, seja nas telas de smartphones e computadores, seja, quem sabe, na TV”, sonha Carina.

Os personagens que Carina menciona representam os protagonistas dos livros, que formam a Turma Incluídos & Misturados. Os primeiros títulos da nova série, que segue a trajetória de sucesso dos outros cinco livros que compõem a série Literatura Acessível, são: “A sociedade que temos e a sociedade que queremos”, “Incluídos & Misturados”, “Meu nome é Bia, sabia?” e “O menino que escrevia com os pés”.

Clipes

“O menino que escrevia com os pés”, aliás, também faz parte da primeira série de livros escritos por Carina, e, além da animação, ganhará três canções originais, cada uma com um clipe. A produção musical é de Rafael Galhardo, que também compôs as músicas. Os clipes terão direção, roteiro e animação de Vitor Leobons, a direção de arte é de Marina Gomach.

A cada 15 dias, até o fim deste ano, será lançado um livro animado e um videoclipe, de forma intercalada, no canal online.

O começo

A série Literatura Acessível produziu livros impressos, disponíveis em multiformato – braille, audiodescrição, pictogramas, leitura simples e libras. Por conta da pandemia da Covid-19, as contações de histórias de forma presencial aconteceram de forma reduzida.

O Instituto Incluir decidiu, então, converter os livros para o formato ebook. Por meio de parcerias com secretarias de educação e esportes de diversas cidades, títulos como “A menina que perdeu a perna”, “Ico e o mundo que queremos construir”, “O melhor amigo da bengala”, “A menina que tinha um cromossomo a mais” e “O Menino que escrevia com os pés” alcançaram mais de 4 milhões de estudantes da rede pública.

 

Lançamento terá evento presencial no mês de outubro na Biblioteca Parque Estadual

Em parceria com a Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro, o Literatura Acessível 3.0 chega à Biblioteca Parque Estadual com uma ação comemorativa do Dia das Crianças e Dia dos Professores.

A partir dos livros do Projeto Literatura Acessível, será realizada, em data ainda a ser definida, uma contação de histórias, abordando de forma lúdica e educativa temas como acessibilidade, equidade, empatia e resiliência.

A ação contará, também, com a exibição dos videoclipes e um pocket-show das músicas compostas especialmente para o projeto. 

Serviço:

Lançamento do aplicativo Literatura Acessível: 12/10

Disponível na Apple Store e Google Play

Lançamento presencial do Literatura Acessível 3.0: Data a definir

Local: Biblioteca Parque do Estado

anuncio patrocinado
Anunciando...