No Dia das Crianças, PM faz parto do filho a caminho de maternidade

0

Família de Reduto (MG) estava na estrada em direção a uma cidade vizinha quando a esposa avisou que não aguentaria esperar

 

O Dia das Crianças da família do policial militar Willian Siqueira começou a ser celebrado de forma inesperada nesta terça-feira (12). Nas primeiras horas da madrugada, a esposa do cabo entrou em trabalho de parto e precisou ser levada para a maternidade da cidade vizinha, mas o pequeno Arthur não aguentou esperar. O pai foi obrigado a parar o carro e a fazer o parto do próprio filho, no meio da estrada.

O casal estava em casa, em Córrego do Guarani, distrito de Reduto, a 298 km de Belo Horizonte, quando Arthur deu os primeiros sinais que estava pronto para vir ao mundo, mesmo com os oito meses de gestação da mãe.

A família precisava percorrer 18 km até a unidade de saúde de Manhuaçu, cidade vizinha, sendo que 6 km do trajeto é de estrada de terra. O militar conta que tentou manter a calma e a fé quando a esposa avisou que não aguentaria esperar chegar à maternidade. Apesar do susto, agora ele se diverte com a história.

—Foi super tranquilo. A minha esposa me agarrava pelo pescoço, puxava meu braço, me dava tapa na cabeça e, quando ela falou para eu parar o carro que o neném iria nascer, eu não pensei duas vezes. Parei, Deus lavou as minhas mãos e quando ele saiu no meu colo, já o enrolei em uma toalhinha e na minha jaqueta.

Arthur nasceu com 49 centímetros, pesando 3,775 kg. Ele e a mãe foram levados para o Hospital César Leite, na cidade de Manhuaçu, e passam bem.

anuncio patrocinado
Anunciando...