Na contramão do isolamento social e uso de máscara, mercado de beleza ganha força e tem crescimento progressivo durante a pandemia

0

 

Nem mesmo as recomendações de manter grande parte do rosto velado pelas máscaras e a necessidade do home office impediram que o setor de beleza tivesse expansão durante a pandemia da Covid-19

 

 

 

Contrariando as estimativas de crise financeira, diante da pausa forçada que a pandemia do novo Coronavirus impôs a todos os países, no Brasil um setor mostrou ser capaz de enfrentar os mais diversos desafios e se manter em destaque – estamos falando do mercado de beleza. O setor, que tinha tudo para ser atingido com a baixa nos pedidos pela especificidade da doença de encobrir o rosto com as máscaras de proteção do vírus, mostrou que as mulheres não deixaram de lado a rotina de beleza. Segundo a ABIHPEC (Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos) houve uma alta de 21,9% nas vendas de produtos de cuidados com a pele. O crescimento pode estar atrelado à sensação de bem-estar e cuidado pessoal.

 

Sem poder sair de casa, sem as festas, cinemas ou idas aos restaurantes, o lazer foi comprometido, levando as pessoas para uma busca de cuidados e atenção para consigo mesmo. Isso mostra que a diminuição da circulação social não reduziu o desejo de cuidar da vaidade.

 

Com esse cenário, a indústria da beleza decolou e o mais novo e famoso skincare          se tornou a menina dos olhos do público feminino. Isso pode ser percebido na Capital Federal do país. É o que explica a especialista em maquiagens e beleza, Letícia Coutinho. ” No início da pandemia, as pessoas reclusas reduziram o consumo. Depois, começaram a se cuidar em casa, tirar fotos para postar em redes sociais, evidenciar os olhos, por conta das máscaras e cuidar da pele. Além de batom mais resistente, os produtos de skincare, máscaras de cílios, delineadores e produtos para sobrancelhas tiveram uma alta procura”, esclarece.

 

Letícia enfatiza que percebeu uma nova forma de consumo, em que as mulheres começaram a buscar por máscaras de cílios, delineadores de cor preta e coloridos e produtos de cuidados com a pele. “Percebemos em nossa empresa que a procura por esses produtos teve um aumento de 30 a 40%”.

 

O que mudou no universo da maquiagem após a pandemia?

 

Coutinho, como especialista em maquiagem, explica que as mulheres estão consumindo novos produtos, pois ficaram muito tempo sem renovar seu estoque, devido ao isolamento social. Além disso, ficaram um período considerável sem ter cuidados com a aparência, e agora, com o retorno gradativo do trabalho presencial, voltaram a se empenhar em adquirir determinados produtos de cuidados com a beleza.

 

Que tipo de produtos uma mulher pode investir e comprar para realçar a beleza mesmo com o uso de máscara?

 

Letícia esclarece que por mais que a máscara cubra grande parte do rosto, as mulheres não conseguem fazer a maquiagem incompleta. Por isso, realizam todo o procedimento para a produção de uma make e investem na produção dos olhos, em batons com alta fixação e as mais básicas usam um lip tint ou um gloss.

 

 

ServiçoNa contramão do isolamento social e uso de máscara, mercado de beleza ganha força e tem crescimento progressivo

Endereço: CLN 311 BL C loja 18 – Asa Norte

Whatsapp: (61) 98202 9506

 

anuncio patrocinado
Anunciando...