Mulher vai a salão em Brasília- DF, se recusa a pagar e ainda agride as funcionárias

Segundo informou a proprietária do estabelecimento, a cliente fez o cabelo e, ao final do serviço, se recusou a pagar R$ 230 e bateu nas trabalhadoras

 

 

Uma mulher, de 40 anos, foi conduzida à delegacia após se recusar a pagar a conta de R$ 230 de um procedimento feito em um salão localizado no Cruzeiro. A confusão ocorreu na tarde dessa terça-feira (31/5) e, segundo a proprietária do estabelecimento, a suspeita chegou a agredir as funcionárias. O caso é investigado como lesão corporal e estelionato na 3ª Delegacia de Polícia, unidade da área.

Policiais civis foram acionados por volta das 19h, após serem informados por populares que uma mulher estaria agredindo funcionários no interior de um salão de beleza, no Cruzeiro Velho. Ao chegarem no local, os investigadores se depararam com uma moça forçando a porta de vidro do lado de dentro.

Aos policiais, a proprietária informou que a mulher havia feito procedimentos no cabelo e, ao final do serviço, se recusou a pagar e precisou ser contida pelas cabeleireiras. Dentro do estabelecimento, a cliente teria, ainda, consumido duas latas de cerveja e estava aparentemente embriagada, de acordo com a dona do local. Revoltada, a suspeita derrubou cadeiras e outros equipamentos e partiu para cima da proprietária.

Enquanto acionava a polícia pelo celular, a cliente se aproximou e derrubou o aparelho no chão, puxou os cabelos da mulher e ainda a derrubou pelas escadas do subsolo. Todos os envolvidos foram conduzidos à 3ª DP. O marido da suspeita compareceu à unidade policial e efetuou o pagamento de R$ 200 à proprietária. O restante (R$ 30) ficou negociado que seria transferido via PIX. A mulher foi liberada em seguida.

anuncio patrocinado
Anunciando...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui