Feminicídio: homem que matou a tia esfaqueada é preso em Samambaia

0

O autor morava com a tia a cerca de dois anos, na QR 425 de Samambaia, após ser expulso de casa por ameaçar os pais de morte. Na intenção de acolher o sobrinho, Zenilda Alves de Sousa, de 51 anos, ofereceu abrigo para o jovem

 

Investigadores da 26ª Delegacia de Polícia (Samambaia Norte) desencadearam a operação Nova Babilônia e prenderam um rapaz, de 21 anos, acusado de matar a própria tia a facadas, uma mulher de 51 anos. O feminicídio aconteceu em 31 de janeiro, mas a investigação foi prejudicada pela inexistência de testemunhas, o que teria dificultado a prisão do autor.

O rapaz foi preso na tarde de terça-feira (24/8). Ele morava com a tia há cerca de dois anos, na QR 425 de Samambaia, após ser expulso de casa por ameaçar os pais de morte. Na intenção de acolher o sobrinho, Zenilda Alves de Sousa ofereceu abrigo para o jovem. “As discussões entre os dois começaram após ela questionar ele sobre arrumar um emprego. Ele não queria trabalhar e a vítima cobrava isso. Até que, em determinado dia, ele resolveu matá-la”, detalhou o delegado-adjunto da 26ª DP, Rodrigo Carbone, que coordenou a operação.

Em uma das brigas, o sobrinho pegou uma faca e desferiu 11 golpes contra a tia. No decorrer das investigações, houve inexistência inicial de testemunhas. Contudo, os agentes conseguiram, após confronto genético dos materiais biológicos encontrados embaixo da unha da vítima e na escova de dente do suspeito, a comprovação de que o autor do crime seria o próprio sobrinho. “Ainda foram encontradas as vestes do autor, contendo fragmentos biológicos de sangue. Ademais, também foi realizado exame de justaposição da sola do chinelo do sobrinho em face da marca de uma pisada encontrada no local do crime, tendo sido confirmado que pertencia a ele”, afirmou o delegado.

A polícia conseguiu, ainda, imagens do circuito interno de segurança que captaram o autor no mesmo horário do feminicídio, desmentindo a versão de que ele estaria naquele horário em Santo Antônio do Descoberto. O autor foi preso preventivamente e indiciado por feminicídio.

anuncio patrocinado
Anunciando...