“Eu fui um instrumento de Deus na vida dela”, diz PM que impediu mulher de cometer suicídio no DF

0

Lucas Lima está há quase 11 anos na PMDF, mas, para ele, essa acabou sendo uma experiência marcante em sua vida

 

O sargento Lucas Lima, da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), que impediu uma mulher de cometer suicídio, na noite dessa segunda-feira (23/8), na Rodoviária do Plano Piloto, afirma que agiu como instrumento de Deus na situação.

Lucas Lima está há quase 11 anos na PMDF, mas, para ele, esta acabou sendo uma experiência marcante em sua vida, devido as circunstâncias e por ter tido um desfecho positivo.

O sargento conta que ainda está com a adrenalina no corpo, mas ressalta que não sentiu medo na hora de ajudar a moça. “Era o momento de manter a calma. Nós saímos de casa sem saber o que vamos encontrar na rua, mas não adianta ficar afobado, um palavra errada minha poderia ter feito a mulher pular. Qualquer passo em falso seria fatal”, explica.

Lucas acredita que recebeu um chamado de Deus para intervir na atitude da moça: “Eu fui um instrumento de Deus na vida dela. É uma moça jovem, com a vida inteira pela frente e agora vai poder seguir com mais sabedoria e presença de Deus”.

Busque ajuda

Isso por que é um tema debatido com muito cuidado pelas pessoas em geral. O silêncio, porém, camufla outro problema: a falta de conhecimento sobre o que, de fato, leva essas pessoas a tirarem as próprias vidas.

Está passando por um período difícil? O Centro de Valorização da Vida (CVV) pode te ajudar. A organização atua no apoio emocional e na prevenção do suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente todos que querem e precisam conversar, sob total sigilo, por telefone, e-mail, chat e Skype 24 horas todos os dias.

anuncio patrocinado
Anunciando...