Em plena pandemia, pousadas e hotéis pelo Brasil superlotam no feriado prolongado

0

Hospedagens na praia de Jericoacoara, no Ceará, atingiram a capacidade máxima e normas de segurança têm sido desrespeitadas; municípios de Pirenópolis e Alto Paraíso, em Goiás, também estão lotados

 

Neste feriado prolongado de 7 de setembro, muitos brasileiros aproveitaram para visitar as cidades turísticas do país. Como é o caso da famosa praia de Jericoacoara, no Litoral Oeste do Ceará, que virou um dos assuntos mais comentados nas redes sociais por causa da grande quantidade de frequentadores, que a levaram a atingir 100% de ocupação da rede hoteleira.

Na região, neste domingo (6/9), vários turistas puderam ser vistos desrespeitando as medidas de proteção contra o novo coronavírus. O decreto municipal, publicado no dia 1º de agosto, estabeleceu a retomada gradual das atividades na Vila de Jericoacoara. O documento autoriza reservas em hotéis, pousadas e meios de hospedagem, desde que os protocolos sanitários sejam seguidos. Além disso, restaurantes e barracas de praia e lagoa devem funcionar com horário reduzido e público limitado a 50% da capacidade local.

Segundo a prefeitura municipal de Jijoca de Jericoacoara, os 7,5 mil leitos de hotéis e pousadas da vila estão ocupados.

Medidas de proteção

Para evitar aglomerações, os restaurantes locais dispuseram as mesas mais afastadas uma das outras. Nas hospedagens, o álcool em gel é visto na maioria delas. Comerciantes não escondem o entusiasmo em ver grande movimentação na Vila, mas lamentam que boa parte dos turistas não respeitam as determinações de segurança. “A gente tem ainda uma certa resistência pelo próprio turista de cumprir essas regras”, lamenta o gerente comercial do grupo La Villa, Júlio César Borges, ao G1.

Alto Paraíso e Pirenópolis

Apesar da covid-19, os municípios de Alto Paraíso e Pirenópolis, ambos em Goiás, reabriram suas atividades econômicas para turistas em agosto e estão com hospedagens lotadas neste feriado do 7 de Setembro.

De acordo com a prefeitura de Alto Paraíso, localizado na Chapada dos Veadeiros, não há mais nenhuma vaga disponível em pousadas da região. Das 150 existentes, apenas 45 estão autorizadas a funcionar, seguindo os protocolos de segurança estabelecidos em decreto municipal que determina apenas 50% de lotação.

Há, também, limitações no número de clientes em bares e restaurantes. A expectativa da prefeitura é de que cerca de 8 mil turistas visitem Alto Paraíso neste feriado. Em outros anos, a média era de 20 mil pessoas.

Em Pirenópolis, há 300 pousadas, mas apenas 75% estão liberadas para receber turistas, devido às medidas de segurança contra a covid-19 estabelecidas no município. Neste sábado (5/9), todas as vagas já estavam ocupadas.

anuncio patrocinado
Anunciando...