A FAZENDA 4.0 DO GRUPO MANTIQUEIRA RECEBE AS PRIMEIRAS 55 MIL PINTAINHAS PARA O SISTEMA CAGE-FREE

0

A mais tecnológica e sustentável granja do país está sendo construída com capacidade para um milhão de aves e terá também o primeiro museu do ovo do Brasil

 

                                                                                                                                                           

Acabam de chegar na unidade 4.0 do Grupo Mantiqueira, as primeiras 55 mil pintainhas da raça Hyline Brown. Esta etapa faz parte do compromisso transformador de bem-estar animal, firmado voluntariamente em novembro de 2020 pela Mantiqueira e que já começou a se tornar realidade em Lorena (SP), com a construção da fazenda 4.0. Esta granja será a mais moderna do país com a tecnologia e a sustentabilidade como seus maiores diferenciais na produção de ovos de galinhas livres. 

 

Lorena 4.0 já nasce referência para produção de ovos de galinhas livres no Brasil. A unidade está sendo construída com capacidade para um milhão de aves, distribuídas em 20 galpões de produção de ovos livres de gaiola, sendo 100% com ninhos verticais automatizados, permitindo o mínimo de intervenção humana e garantindo maior conforto para as aves e mais segurança alimentar. 

 

As pintainhas chegaram com um dia de vida e logo receberam as primeiras vacinas e cuidados especiais. Durante os 10 primeiros dias, elas ficam em berçários climatizados, dotados de água e alimentação. Conforme o crescimento, elas passam a ocupar o segundo andar do berçário para ganhar mais espaço. A partir do 28º dia, as aves já começam a ganhar mais desenvoltura e é possível ter acesso a toda parte livre do aviário. Nesse período também é feito um treinamento com jogo de luzes, para que possam ser ensinadas a subir e descer os poleiros. Dando continuidade ao seu processo de crescimento e produção, com dezesseis semanas as aves são transferidas para um galpão de postura, onde começam a colocar os ovos. Esse período deve começar a partir de dezembro e pode durar da 18ª a 100ª semana de vida das aves.

 

Leandro Pinto, fundador e presidente fala com orgulho sobre o início da produção em Lorena e reforça o pioneirismo neste tipo de produção “Esse é mais um passo importante do Grupo Mantiqueira para uma nova avicultura, focada no bem-estar animal, na sustentabilidade e na origem da produção de ovos. Vamos democratizar o consumo de ovos de galinhas livres e potencializar nossa contribuição para o desenvolvimento sustentável”.

 

A Mantiqueira trabalha de acordo com todas as normas reguladoras, para garantir as melhores condições para as aves. Para tal,  todo o processo desde a chegada das aves, é realizado dentro das práticas de bem-estar animal,  com base nas recomendações da Humane Farm Animal Care (HFAC), instituição de alcance internacional, representada no país pelo Instituto Certified Humane Brasil. Durante todas as etapas de produção, procedimentos de biosseguridade são colocados em prática,  para reforçar a saúde e garantir que as aves tenham uma vida saudável. 

 

SUSTENTABILIDADE, INOVAÇÃO E O PRIMEIRO MUSEU DO OVO DO PAÍS

 

A fazenda Lorena 4.0 irá operar de forma totalmente sustentável, utilizando energia renovável com o sistema de energia solar e produção de biogás, oriundo da decomposição do esterco das galinhas. Também estão sendo implantados sistemas pioneiros para tratamento de água e esgoto em todo ciclo de produção, uso de caminhões elétricos para transporte de materiais e produtos, bem como ponto de recarga de carros elétricos de clientes e visitantes.

 

Além dos ninhos automatizados, será possível acompanhar de forma online e em tempo real o dia a dia da fazenda. Haverá um espaço de visitação onde a comunidade poderá conhecer de perto a produção e a rotina das aves, e está sendo projetada a construção do Museu do Ovo, onde, de maneira lúdica e interativa, a história do ovo como alimento da humanidade será contada ao longo dos anos, bem como seus benefícios para a saúde e receitas.

 

 

anuncio patrocinado
Anunciando...