Ministro Gilmar Mendes critica pedido de impeachment no STF

0

Ministro publicou comentário em que diz estar sendo criada uma crise institucional

 

Muito provavelmente motivado pelo pedido de impeachment feito pelo presidente Jair Messias Bolsonaro contra o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes; Gilmar Mendes se pronunciou, neste domingo (22), em suas redes sociais, aparentemente, em defesa do colega.

O ministro publicou: “A fabricação artificial de crises institucionais infrutíferas afasta o país do enfrentamento dos problemas reais. A crise sanitária da pandemia, a inflação galopante e a paralisação das reformas necessárias devem integrar a agenda política. É hora de reordenar prioridades”.

Em pouco mais de dez horas, a postagem havia rendido mais de 20 mil curtidas e perto de 10 mil comentários, seja favoráveis ou contrários.

Em uma das respostas, o internauta destacou: “Vocês do STF artificialmente e inconstitucionalmente abriram várias crises institucionais”. Em outro, foi dito eu “Quem cria crise é o STF ao fugir de suas competências constitucionais”. Alguns, pediram a saída do presidente Bolsonaro, como dizeres como “Na hora de derrubar o cara, Ministro” ou “Só derrubando o mito”.

Protocolado

O pedido de impeachment de Bolsonaro contra o ministro Alexandre de Moraes foi protocolado no Senado ainda na sexta-feira (20), após um funcionário do Palácio do Planalto levar a documentação com 19 páginas mais anexos (102, no total), assinada pelo presidente da República e pelo advogado-geral da União, Bruno Bianco.

Pelo estabelecido na Constituição Federal, cabe aos senadores analisar o eventual cometimento de infrações pelos magistrados do STF.

Vale lembrar que, em 14 de agosto, Bolsonaro havia adiantado que solicitaria a abertura de processos sobre as condutas de Moraes e do ministro Luis Roberto Barros, com o argumento de que ambos estariam extrapolado os limites da Constituição.

Gilmar Mendes critica pedido de impeachment no STF
Ministro publicou comentário em que diz estar sendo criada uma crise institucional

Muito provavelmente motivado pelo pedido de impeachment feito pelo presidente Jair Messias Bolsonaro contra o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes; Gilmar Mendes se pronunciou, neste domingo (22), em suas redes sociais, aparentemente, em defesa do colega.

O ministro publicou: “A fabricação artificial de crises institucionais infrutíferas afasta o país do enfrentamento dos problemas reais. A crise sanitária da pandemia, a inflação galopante e a paralisação das reformas necessárias devem integrar a agenda política. É hora de reordenar prioridades”.

Em pouco mais de dez horas, a postagem havia rendido mais de 20 mil curtidas e perto de 10 mil comentários, seja favoráveis ou contrários.

Em uma das respostas, o internauta destacou: “Vocês do STF artificialmente e inconstitucionalmente abriram várias crises institucionais”. Em outro, foi dito eu “Quem cria crise é o STF ao fugir de suas competências constitucionais”. Alguns, pediram a saída do presidente Bolsonaro, como dizeres como “Na hora de derrubar o cara, Ministro” ou “Só derrubando o mito”.

Protocolado
O pedido de impeachment de Bolsonaro contra o ministro Alexandre de Moraes foi protocolado no Senado ainda na sexta-feira (20), após um funcionário do Palácio do Planalto levar a documentação com 19 páginas mais anexos (102, no total), assinada pelo presidente da República e pelo advogado-geral da União, Bruno Bianco.

Pelo estabelecido na Constituição Federal, cabe aos senadores analisar o eventual cometimento de infrações pelos magistrados do STF.

Vale lembrar que, em 14 de agosto, Bolsonaro havia adiantado que solicitaria a abertura de processos sobre as condutas de Moraes e do ministro Luis Roberto Barros, com o argumento de que ambos estariam extrapolado os limites da Constituição.

anuncio patrocinado
Anunciando...