Desgraça política não parte dos organizadores do 15 de março

0

Os maiores responsáveis diretos pelo que está acontecendo, para não dizer os únicos, são os membros do próprio parlamento

 

Todo mundo pode fazer um pacto de silêncio absoluto e não dizer uma sílaba a respeito, em nome da necessidade evidente de manter aberto o Congresso Nacional, mas não adianta nada, absolutamente nada, fazer de conta que a responsabilidade pela desgraça política de deputados e senadores brasileiros pertence aos organizadores dos protestos previstos para o dia 15 de março.

Não podem os parlamentares, depois de tudo o que têm feito na cara do público nos últimos anos, esperar agora um mínimo de solidariedade ou de simpatia por parte da imensa maioria da população brasileira. É uma tristeza, mas é perfeitamente inútil esconder que é assim.

Não dá, na prática, para defender o Congresso como instituição – e como elemento essencial para a democracia – e ao mesmo tempo aceitar a atuação delinquente que os congressistas de carne de osso mostram todos os dias. São eles próprios, e ninguém mais, que estão destruindo por dentro o respeito pelo poder legislativo.

* Este texto representa as opiniões e ideias do autor.

anuncio patrocinado
Anunciando...