Deputado distrital Rodrigo Delmasso é vítima de tentativa de golpe no WhatsApp

0

Distrital foi alvo da ação de bandidos nesta última segunda-feira (11/10), que pediram dinheiro a seus contatos no aplicativo

 

O vice-presidente da Câmara Legislativa do DF (CLDF), Rodrigo Delmasso (Republicanos), foi alvo de uma tentativa de golpe, nesta segunda-feira (11/10). Criminosos usaram a foto e o nome do parlamentar no WhatsApp para pedir dinheiro a pessoas próximas do distrital.

No golpe que o distrital foi vítima, os golpistas não roubaram o número de telefone, mas apenas usaram a foto e tinham acesso aos contatos do parlamentar. Delmasso explica que descobriu que os golpistas estavam atuando na noite desta segunda, depois que a mãe dele pediu ajuda para fazer a transferência.

“Minha mãe é minha vizinha, assim que cheguei em casa hoje ela veio falar comigo que estava fazendo a transferência que eu tinha pedido, na hora eu falei ‘Que transferência?!’”, contou o vice-presidente. Ainda segundo Delmasso, a mãe viu que o telefone não era dele, mas achou que poderia ser um telefone ligado ao gabinete.

“É importante deixar claro, eu não peço dinheiro emprestado pelo WhatsApp, e informar as pessoas que sempre verifiquem os telefones de quem está falando”, alertou o deputado.

O deputado disse que abriria um boletim de ocorrência na Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF). “Estou apenas esperando meu computador atualizar para acionar a polícia, mas já avisei meus familiares e amigos e postei nas minhas redes sociais”, afirmou o parlamentar.

Golpes

PCDF publica cartilhas para alertar a população para diferentes tipos de golpes usando o WhatsApp. O golpe que o parlamentar foi vítima não há roubo da linha telefônica nem do aplicativo. Segundo a PCDF, esses são passos seguidos pelos bandidos para conseguir os ganhos:

  1. Criminoso obtém número de telefone
  2. Criminoso faz pesquisa para obter contatos próximos da vítima
  3. Criminoso identifica pessoas próximas e troca a foto de perfil
  4. Criminoso manda mensagem para os contatos
  5. Criminoso pede dinheiro e se indagado, afirma que trocou o telefone
anuncio patrocinado
Anunciando...