Após muitas críticas, Lira adiou o debate de PL do aborto para o 2º semestre

Presidente da Câmara dos Deputados prometeu uma “comissão representativa” com “todas as forças políticas, sociais” para debater o tema

 

Durante anunciou na noite desta terça-feira (18/6), o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), prometeu a formação de uma “comissão representativa” para debater o tema do aborto. A ação ocorre após a repercussão negativa da sociedade perante o projeto que equipara o aborto ao crime de homicídio após 22 semanas de gestação. Lira, contudo, não especificou como o grupo será formado e informou que o seu funcionamento será decidido em agosto.

“O colégio de líderes deliberou (decidiu) debater esse tema de maneira ampla no segundo semestre, com a formação de uma comissão representativa”, declarou Lira. “Todas as forças políticas, sociais, participarão desse debate, sem pressa e sem qualquer tipo de açodamento”, acrescentou. O comunicado ocorreu no salão verde da Câmara dos Deputados, ao lado de todos os líderes partidários.

Lira afirmou que a discussão sobre o PL do aborto “deve ocorrer de forma ainda mais ostensiva e clara”. O deputado disse ainda que não haverá retrocessos em avanços já garantidos e “não trará danos às mulheres”. “Nós não governamos sozinhos, essa narrativa não é verdadeira. As decisões na Câmara não são monocráticas”, declarou.

*Com informações da Agência Estado

anúncios patrocinados
Anunciando...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.