Cresce o número de empresas que estão investindo em Business Intelligence

Business Intelligence é um impulsionador de negócios, que se utiliza da tecnologia para fornecer análises de  dados através de dashboards interativos e automatizados, trazendo insights valiosos. Por isso, diversas empresas líderes de mercado vem optando por investir nesse tipo de tecnologia, buscando antecipar e solucionar seus problemas de forma preventiva gerando vantagens competitivas no mercado. 

Segundo pesquisa realizada pela empresa de consultoria global IDC, os investimentos no mercado mundial em Business Intelligence e Analytics tiveram um crescimento de 5,2% em relação ao período anterior à pandemia de Covid-19. O BI ou “Inteligência de Negócios” pode ser um fator determinante no presente contexto, visto que ao utilizar os dados como base nas decisões, é possível aumentar significativamente as chances de acerto e minimizando riscos. 

Tomar decisões baseadas na intuição ou achismo é algo que está ficando ultrapassado. De acordo com uma pesquisa realizada pela Harvard Business Review Analytics Services, já em 2019, 73% das empresas utilizavam dados internos e externos, com análises avançadas, para tomar suas decisões. Em contrapartida, apenas 5% utilizavam a intuição como principal orientador. 

Para Marconi Medeiros, CEO da beAnalytic, (empresa especializada Business Intelligence e considerada Melhor Provedora de Soluções de Business Data Analytics da América Latina pela Corporate Vision) a forma como os dados vêm sendo utilizados tem se transformado. Uma vez que, ao longo dos últimos anos os dados deixaram de ser apenas armazenados, como medidas preventivas de backups e passaram a ser utilizados como importante ferramenta de auxílio para criação de estratégias de negócios.

Entretanto, Marconi destaca que “o BI por si só, não diz aos gestores o que fazer ou o que acontecerá caso façam alguma determinada escolha. Porém, ele servirá como base concreta de como se encontram os números e KPIs da empresa, transformando achismos em certezas.”

Assim, construir uma cultura Data Driven torna-se indispensável, de forma que inclua todos os colaboradores e estruturas. Com isso, a equipe estará preparada para fazer as perguntas certas e obter as melhores respostas das análises que o BI pode oferecer.

anuncio patrocinado
Anunciando...