Cadastro Positivo beneficiou 22 milhões de brasileiros com acesso ao crédito

Desde julho de 2019 no modelo de adesão automática, o Cadastro Positivo chega ao seu terceiro ano de vigência favorecendo 22,1 milhões de brasileiros com acesso ao crédito e registra penetração média nacional de 79% junto à população economicamente ativa. E esse número tende a aumentar, à medida que novos setores, como energia, saneamento e gás, com potencial de inclusão de quase 140 milhões de entrantes, completarem o envio de informações de seus clientes para o banco de dados do Cadastro Positivo. 

Só o compartilhamento das informações dos clientes do setor de telecomunicações, por exemplo, possibilitou a inclusão de 12,6 milhões de pessoas físicas e jurídicas no banco de dados. Os números foram divulgados ontem por Elias Sfeir, presidente da Associação Nacional dos Bureaus de Crédito (ANBC), em evento de comemoração pelo aniversário da iniciativa, em Brasília. 

A solenidade, que teve a participação dos presidentes dos birôs de crédito gestores do banco de dados do Cadastro Positivo (Boa Vista, Quod, Serasa, SPC e TransUnion), contou com apoio institucional da ABAC, ABRAFESC, Acrefi, ANFAC, CNDL, CNI, Conexis, Febraban e SINFAC-SP.

“O Cadastro Positivo consolidou-se como um direito do consumidor. Uma confirmação disso é que sete em cada 10 consumidores afirmaram ter uma percepção positiva sobre o Cadastro Positivo”, afirmou o presidente da ANBC. 

Ainda de acordo com os dados apresentados pela entidade, 94% das empresas de grande porte estão no Cadastro Positivo, já o índice referente às de médio e pequeno porte são 62% e 65%, respectivamente. Entre as microempresas, o índice corresponde a 42%, e MEIs, 13%. 

A íntegra da solenidade pode ser assistida no canal da ANBC no YouTube: https://www.youtube.com/watch?v=2-WdNBAdFI0

 

 

anuncio patrocinado
Anunciando...