Centros culturais paulistas oferecem opções gastronômicas

Centros culturais paulistas oferecem opções gastronômicas
Centros culturais paulistas oferecem opções gastronômicas

Para um passeio completo por São Paulo, não faltam opções culturais para conhecer, afinal, são mais de 100 museus e espaços de cultura distribuídos pela capital. Seja para um almoço de trabalho, um café no meio da tarde com amigos, ou um jantar romântico, centros culturais e museus têm investido em proporcionar experiências gastronômicas, além de uma vasta programação cultural, para atrair ainda mais o público. 

As paredes do suntuoso Theatro Municipal, um dos cartões postais mais conhecidos da cidade, abrigam o Salão Dourado, um espaço histórico que foi reaberto em 2021 e transformado em restaurante. Hoje, os visitantes e frequentadores podem experimentar brunches e almoços no local com pratos que variam de R$9,50 a R$59,00, além de uma variada carta de drinks e bebidas alcoólicas e não alcoólicas. Com 110m², o Salão Dourado fica no andar térreo e, atualmente, é gerenciado pelo time do Bar dos Arcos, que ocupa o subsolo do Theatro. Além de chamar atenção pelos ornamentos dourados e afrescos do início do século XX que ocupam as paredes e o teto, e pelas grandes janelas e vitrais com vista para o Vale do Anhangabaú, o restaurante oferece opções revisitadas e contemporâneas de pratos já conhecidos dos brasileiros, trazendo toques de modernidade e descontração para o espaço luxuoso. 

Voltada para a gastronomia japonesa contemporânea, o restaurante Aizomê acompanha a modernidade e a diversidade presentes na Japan House São Paulo. Sediado no segundo andar da instituição cultural nipônica inaugurada em 2017, o espaço gastronômico oferece uma nova perspectiva à culinária japonesa com menu assinado pela chef Telma Shiraishi, que oferece delicadeza e equilíbrio em seus pratos, focando em ingredientes sazonais. Além disso, o restaurante ainda realiza ações e jantares especiais de acordo com a temática das exposições em cartaz. Expandindo suas atividades, o Aizomê ainda comanda o Aizomê Café, no andar térreo, inspirado nas clássicas cafeterias japonesas. A proposta é trazer novas técnicas de preparo e conceitos arrojados em seus quitutes, que apresentam desde um clássico Capuccino (R$16) até delícias com inspirações nipônicas, como o Bolo Floresta Verde, com genoise de matchá e toques de licor de ameixa japonesa (umeshu) (R$27) e o Genmaicha, um singular blend de chá verde com “pipoquinhas” de arroz que trazem notas do cereal tostado (R$16). 

Já o característico edifício do Instituto Moreira Salles (IMS Paulista), no outro extremo da Avenida Paulista, que abriga exposições de fotógrafos e coletivos de fotografia nacionais e internacionais, uma biblioteca especializada em fotografia e uma agenda cultural rotativa de mostras de cinema, shows, oficinas e cursos, é lar do restaurante Balaio, comandado pelo renomado chef Rodrigo Oliveira. Focado em comida saudável e natural, o Balaio oferece um menu para almoço e jantar com influências de diversas partes do Brasil, principalmente da culinária sertaneja. 

Para quem busca um passeio noturno, culminando em um jantar, o Vista, como o próprio nome diz, oferece uma ampla visão panorâmica de parte da cidade de São Paulo e do Parque Ibirapuera. Localizado no terraço do Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo (MAC-USP), no prédio desenhado nos anos 1950 por Oscar Niemeyer, e que abriga um acervo de mais de 10 mil obras de arte moderna e contemporânea nacional e internacional, o restaurante apresenta pratos que trazem os sabores do Brasil com ingredientes das cinco regiões do país e apresentações inovadoras. Dividido em dois ambientes, o Vista Restaurante e o Vista Balcão, o espaço é perfeito tanto para quem quer desfrutar de um delicioso jantar, como para quem prefere apreciar drinks clássicos e autorais sob o céu paulistano. 

Com tantos espaços gastronômicos integrados a centros culturais por São Paulo, o que não faltam são opções para os diferentes gostos, bolsos e vontades dos que vivem na cidade ou dos turistas. Um roteiro unificando todas as experiências em um mesmo fim de semana, explorando os quatro cantos da cidade, é uma oportunidade de conhecer a fundo as diferentes nuances que compõe o cenário da metrópole. 

Serviço: 
Theatro Municipal de São Paulo 
Endereço: Praça Ramos de Azevedo, s/n – República 
Horário de funcionamento da bilheteria: segunda a sexta-feira, das 10h às 19h; sábados, domingos e feriados, das 10h às 17h 
Mais informações no site 

Salão Dourado 
Horário de funcionamento: segunda-feira, das 12h às 15h30; terça-feira a sábado, das 12h às 21h. Entrada por ordem de chegada. 
Mais informações no site 

Japan House São Paulo 
Endereço: Avenida Paulista, 52 
Horário de funcionamento: terça a sexta-feira, das 10h às 18h; sábados, das 9h às 19h; domingos e feriados, das 9h às 18h 
Entrada gratuita. 
Mais informações no site 

Aizomê na JHSP 
Horário de funcionamento: terça a domingo, das 11h30 às 16h30 
Mais informações no @aizomerestaurante 

Aizomê Café 
Horário de funcionamento: terça a sexta-feira, das 10h às 18h; sábado, das 9h às 19h; domingos e feriados, das 9h às 18h 
Mais informações no @aizomerestaurante 

IMS Paulista 
Endereço: Av. Paulista, 2424 
Horário de funcionamento: terça a domingo, das 10h às 20h 
Entrada gratuita. 
Mais informações no site 

O Balaio IMS 
Horário de funcionamento: terça à quinta-feira, das 12h às 16h; sexta e sábado, das 12h às 16h e das 19h às 22h; domingo, das 12h às 17h 

anúncios patrocinados
Anunciando...