Eficiência das ações de Segurança Pública e Meio Ambiente no estado de Mato Grosso tem aumento de 660% com a RedeMAIS

 

Trabalhos e resultados de Mato Grosso tiveram destaque com uso de tecnologia e inovação por meio da plataforma de monitoramento, que disponibiliza acesso às imagens diárias Planet e alertas precisos para ações de planejamento e operações de combate aos crimes e ilícitos ambientais. Mais de 330 instituições já aderiram à RedeMAIS, sendo mais de 170 de Segurança Pública. Somente em 2023 o número de usuários da RedeMAIS cresceu mais de 85%, saltando de 30,5 mil usuários em janeiro de 2023 para mais de 57 mil usuários atualmente.
O estado de Mato Grosso tem aprimorado suas ações de fiscalização e combate a crimes ambientais ao integrar-se ao Programa Brasil MAIS, um dos projetos estratégicos da Secretaria Nacional de Segurança Pública (SENASP), da Polícia Federal e do Ministério da Justiça e Segurança Pública. O trabalho conjunto da Polícia Militar Ambiental de Mato Grosso e outros órgãos de fiscalização, com destaque para a Secretaria de Estado de Meio Ambiente – SEMA-MT, resultou em um aumento de mais de 660% no número de autuações por desmate ilegal e outros crimes ambientais de forma remota nos últimos anos.
A RedeMAIS promove o compartilhamento, entre os órgãos federais, estaduais e municipais, das imagens de satélites atualizadas adquiridas pela constelação PlanetScope, composta por mais de 180 satélites, com uma resolução espacial de 3 metros. Além das imagens, são disponibilizados alertas de mudanças e outros serviços para todos os órgãos públicos, criando mais articulação e eficiência nas ações conjuntas.
Desde que o estado do Mato Grosso aderiu ao sistema de monitoramento, foi possível aplicar 14.423 autos de infração utilizando a tecnologia, saindo de 679 multas aplicadas de forma remota em 2018 para 5.004 em 2021. Entre 2019 e maio de 2023, 40% das multas aplicadas foram de forma remota, verificando as imagens precisas do antes e depois do desmatamento realizado. As multas aplicadas no período somam R$ 6,4 bilhões.

Segundo o tenente-coronel Fagner Augusto do Nascimento, comandante do Batalhão Ambiental da Polícia Militar do estado de Mato Grosso – PMMT, “a utilização das imagens de alta resolução da Planet permitiu à equipe de fiscalização estadual melhorar significativamente sua eficiência, não apenas em termos de produtividade, mas também no combate ao desmatamento, garimpo ilegal e na apreensão de equipamentos, principalmente devido à nossa capacidade de agir no momento do flagrante,” afirma.
O estado de Mato Grosso também apresenta desafios únicos devido à sua vasta extensão geográfica, com mais de 900.000 quilômetros quadrados e à limitação de recursos humanos. “As imagens diárias nos dão uma possibilidade muito maior de ação em campo. Nossos policiais muitas vezes precisam cobrir longas distâncias, e as imagens permitem que eles vejam o que está acontecendo com precisão e com o timing adequado para resultados positivos em apreensões. Isso é muito positivo para nós”, destacou o comandante Fagner Augusto.

As ações de combate ao desmatamento ilegal com uso de imagens de satélite de alta resolução e alertas de detecção de mudanças, promovidas pela RedeMAIS e SEMA-MT, foram destaque no primeiro Encontro Nacional de Usuários RedeMAIS 2023.

 

RedeMAIS

 

A RedeMAIS conta hoje com mais de 330 instituições governamentais cadastradas, somando cerca de 57.000 usuários.

Em 2023 o número de usuários da RedeMAIS cresceu mais de 85%, saltando de 30,5 mil usuários em janeiro de 2023 para mais de 57 mil usuários atualmente. Somente no ano de 2023, mais de 50 novas instituições públicas fizeram adesão junto à RedeMAIS.

 

Até outubro de 2023, já são 177 instituições de Segurança Pública cadastradas.

 

anúncios patrocinados
Anunciando...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.