Um  projeto de Filho foi condenado por matar a mãe após uma discussão sobre o barulho de videogame

O caso aconteceu em 28 de novembro de 2023, em Goffstown, New Hampshire, Estados Unidos

 

Um homem norte-americano foi condenado a 40 anos de prisão por ter esfaqueado mortalmente a própria mãe depois de os dois terem discutido sobre o volume em que estavam os jogos que usava no PlayStation.

Thomas Humphrey, de 47 anos, foi condenado, na terça-feira, depois de ter se declarado culpado de homicídio em segundo grau e fogo posto na morte de Linda Tufts, de 70 anos, em novembro, dentro da sua casa em Goffstown, New Hampshire, Estados Unidos, noticia a Associated Press.

“A brutalidade deste crime torna-o simplesmente muito perigoso para não impor uma pena de prisão estatal muito longa”, afirmou o juiz William Delker.

Segundo um procurador, Thomas , que vivia no porão, esfaqueou Linda várias vezes e depois colocou fogo ao seu corpo após terem discutido sobre o barulho do videogame que estava jogando no PlayStation que ela lhe tinha dado no seu aniversário.

O caso aconteceu em 28 de novembro de 2023, quando a polícia de Goffstown foi chamada à residência unifamiliar e encontrou Linda morta, bem como um incêndio ativo. Thomas estava ao fundo das escadas do porão com ferimentos autoinfligidos, segurando uma faca.

anúncios patrocinados
Anunciando...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.