Os Professores e técnicos que estão em greve marcaram uma assembleia para votar as propostas

Sindicato afirmou que a previsão para um posicionamento final sobre a greve é a próxima segunda-feira (24/6)

 

Os técnicos-administrativos (TAEs) e docentes do Comando Unificado da Greve da Educação decidem durante esta semana sobre a continuidade ou não do movimento em assembleias estaduais. O Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (Andes) explicou que, após essas decisões, haverá decisão nacional na próxima segunda-feira (24/6) acerca da paralisação, que já ultrapassa dois meses nas instituições federais.

Na última mesa de negociação com o governo federal, na sexta-feira (14/6), o movimento avançou em pautas não-remuneratórias, como plano de carreira e a revogação da portaria nº 983, de 2020, que aumentava a carga horária mínima semanal dos professores.

A principal reivindicação dos TAEs não foi atendida – a de reajuste de 4% neste ano. Porém, o Andes afirma que eles também decidirão se aceitam ou não o acordo com o Ministério da Educação, que encerrará a greve.

A Universidade de Brasília (UnB) marcou para a próxima quinta-feira (20/6) a Assembleia Geral que vai decidir sobre o movimento. A reunião ocorrerá às 15h, no auditório da Associação dos Docentes da UnB (ADUnB).

anúncios patrocinados
Anunciando...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.