Inadimplência nas escolas particulares do DF chega a 30%

Administradores fazem balanço após primeiro mês de gestão
11 de fevereiro de 2019
Dupla é presa após furtar fios de cobre de comércio na Asa Norte
11 de fevereiro de 2019

Inadimplência nas escolas particulares do DF chega a 30%

A taxa de inadimplência — por atraso na mensalidade —nas escolas particulares do Distrito Federal chega a 30%, segundo levantamento feito pelo Correio. Para o terapeuta e educador financeiro Jônatas Bueno, isso ocorre porque muitas famílias, na hora da matrícula, assumem compromissos que não têm condições de pagar. “A educação exige outras despesas além da mensalidade, como material escolar, transporte, alimentação, e, muitas vezes, os pais não se planejam para isso”, disse.
A dificuldade das famílias para pagar as parcelas têm levado muitos estabelecimentos de ensino a criar estratégias para evitar prejuízos. A diretora financeira de uma escola na Asa Sul conta que segue uma política de renegociação de débitos: “Enviamos os valores reajustados conforme o contrato, os pais oferecem uma contraproposta, e negociamos até encontrar um denominador comum”, afirmou.
Para fugir da inadimplência, Bueno recomenda às famílias que procurem manter uma reserva suficiente para três a seis meses de gastos normais. Ele explicou que a mensalidade escolar é uma das primeiras contas que as famílias deixam de pagar por causa da possibilidade de renegociação, mas recomenda não deixar acumular.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *