Como criar um planejamento financeiro? Confira em 5 passos!

planejamento financeiro

O planejamento financeiro é algo muito importante para as empresas e pessoas e tem como objetivo permitir que elas alcancem seus objetivos e metas.

Dentro das organizações, ele é crucial para definir as estratégias e mostrar bons investimentos, afinal, se a conta não fecha, o negócio não consegue evoluir.

O dinheiro é fundamental, principalmente, para as empresas porque elas precisam lucrar e lidar bem com seus recursos financeiros para que possam arcar com seus compromissos e se manterem competitivas.

Em tempos de instabilidade econômica, também é uma forma de nortear decisões e garantir que tudo saia conforme o previsto. Os deslizes financeiros são a principal causa dos problemas dentro da companhia, portanto, é necessário evitá-los.

A melhor forma de fazer isso é saber trabalhar seu planejamento financeiro e compreender de que maneira ele ajuda a expandir a organização. Todo empreendedor e gestor precisa saber como colocá-lo em prática.

Se você tem alguma dúvida sobre esse assunto, não deixe de ler este artigo até o final, pois vamos explicar o conceito de planejamento financeiro, como criar e quais são os passos necessários para fazer isso. 

Afinal, o que é planejamento financeiro?

O planejamento financeiro nada mais é do que uma ferramenta que ajuda a definir as diretrizes e metas financeiras que uma empresa deve ter de curto, médio e longo prazos.

É um documento que funciona como um mapa financeiro que determina onde a empresa está, onde ela quer chegar e de que maneira vai alcançar seus propósitos.

É uma forma de aplicar projeções e dados que precisam se encaixar no contexto do negócio, portanto, é o setor financeiro da companhia.

Para utilizá-lo, uma empresa de reformas residenciais não deve apenas utilizar números contábeis existentes, na verdade, essa ferramenta busca analisar os objetivos do negócio e quais investimentos precisa fazer.

Para quem nunca fez um planejamento financeiro, em um primeiro momento, pode parecer algo muito básico e simples, mas, na prática, é algo um pouco mais complexo e profundo.

É dessa forma que a organização terá uma performance muito melhor no mercado, tanto é que pesquisas mostram que por meio desse recurso, as empresas têm 60% mais chances de crescer e atingir metas.

As chances de conseguir um investidor também são 30% maiores, além de aumentar também em 30% as chances de conseguir um empréstimo.

Quando você compreende a importância desse recurso, ajuda a construir um negócio bem-sucedido, e dentre as vantagens trazidas por ele estão:

  • Organiza melhor o orçamento;
  • Prevê o cenário financeiro;
  • Identifica desperdícios;
  • Ajuda a elaborar um plano de ação;
  • Aumenta as chances de crédito.

Mas, para aproveitar todas essas vantagens, uma empresa de instalação e manutenção elétrica precisa saber fazer um bom planejamento financeiro.

Como criar um planejamento financeiro

Seja para a sua empresa ou para você mesmo, existem algumas coisas que precisam ser feitas para que você possa criar um bom planejamento financeiro. São elas:

Desenvolver uma mentalidade de riqueza

Todo mundo precisa lidar com o dinheiro, mas existem algumas pessoas que simplesmente não se interessam em compreender como ele funciona.

A economia vive tendo altos e baixos e ter apenas conhecimento financeiro não é o suficiente para manter o dinheiro na conta bancária.

Você precisa identificar oportunidades de investimentos e fazer algumas perguntas ao invés de aceitar apenas aquilo que os especialistas dizem. É assim que o indivíduo começa a tomar consciência e a proteger seu patrimônio.

Todos nós temos pensamentos inconscientes na hora de lidar com o dinheiro, e enquanto alguns estão programados para a riqueza, outros estão mais propensos à pobreza.

Desenvolva uma mentalidade financeira voltada para a riqueza, eliminando algumas crenças, como a de que o dinheiro não traz felicidade.

É necessário atrair prosperidade e desejá-la, sendo este o primeiro passo para avançar em seu planejamento.

Definir seus objetivos

Antes de criar seu planejamento, um fabricante de piso de concreto polido para área externa deve definir quais são seus objetivos financeiros.

Essas metas estão diretamente relacionadas a conquistas que envolvem o dinheiro, como investir em uma nova ferramenta, comprar um carro, fazer uma viagem e assim por diante.

Veja quais são seus objetivos e faça uma lista, separando aqueles de curto, médio e longo prazo. As metas e objetivos são o fator de motivação para que você se mantenha disciplinado e seja capaz de seguir seu planejamento financeiro.

Eliminar as dívidas

Outro passo muito importante é quitar suas dívidas e isso deve ser feito antes mesmo de começar a fazer novos investimentos ou guardar dinheiro.

Algumas pessoas possuem mais de uma dívida e se este for o seu caso, comece pagando as mais antigas e procure os credores para negociar.

Isso é importante para qualquer pessoa ou empresa, e como uma clínica de aso demissional. Procure uma negociação que seja realmente possível para o seu bolso e não desista até que a dívida esteja totalmente paga.

Passo a passo para criar o planejamento financeiro

Agora que você já sabe tudo o que precisa fazer antes de criar seu planejamento financeiro, vamos mostrar um passo a passo para colocá-lo em prática.

1.    Organizar o orçamento

A primeira coisa que você precisa fazer é organizar o seu orçamento, colocando sua vida financeira em ordem para estruturar o controle.

Quem não tem domínio sobre as próprias contas corre o risco de terminar o mês no vermelho. Por isso, use uma planilha para anotar sua renda, incluindo as despesas fixas e variáveis e contabilizando os investimentos que pretende fazer.

Se você comprou alguma coisa e parcelou em muitas vezes, coloque a mensalidade na planilha correspondente aos próximos meses, como no caso de um financiamento.

Agora, se pretende juntar o dinheiro para comprar alguma coisa, como correia dentada, anote a quantia que precisa guardar mensalmente para que isso continue te mantendo motivado.

2.    Adequar o padrão de vida

Quando estiver analisando sua planilha financeira, terá uma visão completa de qual é sua realidade, depois vai perceber se está gastando mais do que deve e com isso poderá rever seu padrão de vida.

Faça uma avaliação da sua situação e estabeleça alguns limites para os gastos, revendo suas despesas e identificando tudo aquilo que pode ser cortado.

3.    Planejar a quitação de dívidas

O terceiro passo é conhecer todas as suas pendências financeiras, elencando as dívidas do momento e planejando de que maneira conseguirá quitá-las.

Tente negociar o que for possível, inclusive se existe a possibilidade de fazer um empréstimo para reduzir suas taxas e adiantar as parcelas que puder.

Se você quer comprar uma máquina de salgado frito para abrir seu próprio negócio, primeiro pense na possibilidade de juntar o valor necessário para a compra.

É assim que as pessoas conseguem evitar as dívidas e o pagamento de juros, mas se já estiver endividado, veja quais são as possibilidades de pagar seus débitos à vista.

4.    Economizar dinheiro

Muitas pessoas gostariam de descobrir maneiras de economizar dinheiro, mas o grande problema em fazer isso são os gastos que consideramos praticamente irrelevantes.

Por exemplo, o hábito de tomar um cafezinho na padaria todos os dias pode prejudicar o seu orçamento, embora esse costume pareça ser algo inofensivo.

Ao invés de agir por impulso e comprar um smartphone novo, talvez compense muito mais procurar por conserto celular perto de mim e ficar mais um tempo com o seu aparelho atual.

Lembre-se de que as compras no cartão de crédito, mesmo que as parcelas sejam pequenas, podem acumular uma dívida muito grande quando a fatura chegar.

Não subestime valores pequenos porque aos poucos eles formam montantes significativos que podem simplesmente impedir que você realize seus sonhos. Anote minuciosamente tudo o que gastar para não perder o controle.

5.    Poupar dinheiro

Por fim, mas não menos importante, comece a poupar todos os meses, mesmo que no início seja possível guardar apenas uma pequena quantia. É assim que você vai criar uma reserva financeira que vai te ajudar em momentos de imprevistos.

Isso serve tanto para pessoas quanto para empresas, como no caso de uma especializada em coleta lixo hospitalar. Inclusive, poupar dinheiro pode ser uma de suas metas e é indicado para quem não entende muito bem sobre investimentos.

Considerações finais

Portanto, ter um bom planejamento financeiro é fundamental para qualquer pessoa que queira lidar melhor com o próprio dinheiro e alcançar seus objetivos.

Ele também é essencial para os negócios e deve fazer parte da sua rotina a partir de agora. Com ele, você elimina as suas preocupações financeiras, realiza seus sonhos e evita problemas para o seu bolso.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

anuncio patrocinado
Anunciando...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui