Whindersson Nunes faz desabafo após receber ordem de despejo: ‘Nunca pus os pés lá dentro’

Humorista reclamou nas redes sociais sobre gastos que desconhece em suas faturas e levantou suspeitas nos fãs

Whindersson Nunes usou o Twitter para desabafar sobre a polêmica mais recente envolvendo seu nome.

O humorista reclamou sobre gastos que desconhece em suas faturas e comentou a ordem de despejo que recebeu por falta de pagamento de uma sala comercial: “Mês passado eu paguei R$ 8 mil em pedras pra jardim. Detalhe, eu não tenho jardim. Hoje eu fui despejado de um lugar que eu nunca pus os pés dentro”.

Whindersson ainda revelou outro gasto estranho em um aplicativo de entregas de comida: “R$ 16 mil e eu nem tenho esse app, eu como a mesma comida todos os dias nos mesmo horários”.

O astro ainda ironizou sobre pagamentos e pedidos que recebe: “Metade de todo meu custo mensal são os ‘pra você não custa nada’. Todo áudio que eu escuto no WhatsApp, dependendo do tempo do áudio, vai me custar entre R$ 1500 e R$ 3000”.

Nos comentários, fãs levantaram suspeitas e avaliaram que Whindersson precisa se cercar de pessoas mais confiáveis.

“Ele está desabafando que é constantemente cercado de pessoas aproveitadoras. Basicamente ele descreveu que se abre um áudio no WhatsApp, já é alguém pedindo sempre com o mesmo discurso de que ‘pra ele não custa nada'”, analisou uma seguidora.

“Não coloque esse fardo sobre você. Não é porque você tem muita grana que deve ajudar tudo e todos a todo momento”, aconselhou outro internauta. “Não deixa ninguém se aproveitar de você não”, publicou uma fã.

“Whindersson não merece ser pressionado por um bando de sanguessugas”, alfinetou um seguidor. “Ninguém é obrigado a nada. Se você acha que está sendo explorado, não faça. A vida adulta é isso aí. Aprender a dizer não”, disse mais um fã.

anuncio patrocinado
Anunciando...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.