Videoclipe de novo single revela mundo onírico de Bel Medula 

Te Dizer é o segundo single do novo álbum da compositora que tem show de pré lançamento agendado para dia 22 no Teatro de Arena, em Porto Alegre

Bel Medula por Ana Beatriz Vieira

Isabel Nogueira, baseada em Porto Alegre (RS), frontwoman do projeto Bel Medula,  divulga hoje (09), o segundo single de seu quarto álbum, Abala Ladaia, que tem data de lançamento marcada para dia 30 deste mês. A música Te Dizer estreia com videoclipe idealizado e inspirado pelo universo onírico da artista. Gravado na capital gaúcha, conta com takes feitos por drone e explora diferentes locações do Parque da Redenção. Assista aqui.

A faixa marca a segunda parte do álbum que, diferente da anterior, atestada no single A Pedra e a Vidraça, carrega uma narrativa mais corpórea ao invés de reflexiva. “Essa é uma canção que nasce no flow da batida da música eletrônica, da ideia da festa e de tudo que pode acontecer a partir dela. Será que é sonho ou realidade o que te derrete, o que te seduz? É sobre encontrar formas de fazer fluir teu desejo, sobre estar conectada ao seu movimento e perceber tudo que emerge a partir da tua ação no mundo”, revela a compositora.

Isabel contou com seu parceiro musical luczan para compor e registrar a música em seu home studio, Mar de Tralhas. A mixagem foi realizada por João Meirelles (BaianaSystem, Jadsa), e a masterização por Florencia Saravia-Akamine.

Clipe

Filmado em abril deste ano, o clipe dirigido, captado e montado por Elizabeth Thiel, foi gravado na capital, no Parque da Redenção e contou com imagens feitas com drone por Camila Pedrassoli, recurso essencial para evidenciar o tom de liberdade proposto pela obra, que teve seu roteiro inspirado no mundo dos sonhos da multiartista. Diferente de todos os clipes anteriores lançados na pandemia, Bel aparece em uma locação externa se movimentando e ocupando espaços que dialogam com a letra da canção e reforçam a narrativa corpórea sugerida na segunda parte do álbum.

“Sonhei que dançava nos arcos do Parque da Redenção em Porto Alegre, e que alguém me observava de cima. Era como se a imensidão do tempo estivesse condensada naquele momento, em que imagens amorosas bailavam na minha cabeça, pensando no que eu diria, caso eu tivesse coragem de dizer alguma coisa. Senti que, enquanto girava, meus pés já não tocavam o chão. As palavras então viravam pássaros e falavam direto a quem precisava ouvir”, recorda Isabel.

Sobre o processo de trabalho, Elizabeth comenta: “Trabalhar com a Bel é sempre um processo muito orgânico e gostoso. Desde a primeira vez, a gente não costuma planejar muito nossos encontros, mas quando eles acontecem fluem muito bem. E com o clipe de ‘Te Dizer’ não foi diferente. A gente combinou, basicamente, apenas o lugar onde íamos nos encontrar para iniciar as filmagens e o restante só aconteceu. Nem mesmo o drone, operado pela querida Camila Pedrassoli – que eu conheci naquele dia – foi combinado. Eu acho isso bastante especial, porque a maioria dos trabalhos não é tão simples assim. E não desconsidero em nada planilhas, planejamentos e cronogramas, acho eles essenciais, mas com a Bel a gente se entende sem precisar muito deles. É bom demais esse match”.

Capa

O multi-estúdio de arte e design Casulo Cria foi responsável pela criação e concepção de mais uma capa do projeto, destacando o tema proposta pela canção: “Através da técnica de colagem digital, sobrepomos linhas de movimento em espiral nas cores da paleta, elementos de botânica, mãos para representar o toque no corpo e a figura de um corpo pela metade com a intenção de dificultar a identificação do gênero. Além de desconstruir a tipografia criando uma leitura dinâmica”.

Capa de Te Dizer ‘Bel Medula’ por Casulo Cria

Show de pré-lançamento

Isabel e luczan farão uma apresentação intimista a partir das 20h, do dia 22, no Teatro de Arena, no Centro Histórico de Porto Alegre. A dupla vai experimentar canções do novo disco entremeadas ao repertório dos três álbuns posteriores. Será como uma espécie de aquecimento para a apresentação de lançamento do disco, programada para dia 07 de Julho, no Teatro da Santa Casa. “No show de pré-lançamento, vamos proporcionar uma atmosfera onírica, com texturas criadas a partir da projeção que acontecerá ao nosso redor”, adianta Bel. Ingressos aqui.

SERVIÇO – Show de pré – lançamento (Porto Alegre)

Local: Teatro de Arena – Av. Borges de Medeiros, 835 – Centro Histórico

Data/hora: 22 de junho, às 20h

Ingresso: Inteira 50 – Solidário / Meia 25

Link para compra de ingresso aqui

FICHA TÉCNICA

Música

Composição da letra, musica e arranjo: Bel Medula e luczan

Intérpretes: Bel Medula (voz e sintetizadores) e luczan (sampler e sintetizadores)

Gravado por Bel Medula e luczan no estúdio Mar de Tralhas

Mixado por João Meirelles

Masterizado por Florencia Saravia Akamine

Clipe

Captação, edição e montagem: Elizabeth Thiel

Imagens aéreas: Camila Pedrassoli

Fotografias de still: Ana Vieira

Capa

Arte: Casulo Cria

Show de pré lançamento

Voz e sintetizadores: Bel Medula

Sampler, sax, guitarra e programações: luczan

Projeções: Jana Castoldi

Desenho de luz: Kevin Brezolin

Desenho de som: André Brasil

Direção artística criativa: Douglas Jung

Direção geral: Bel Medula e luczan

Registros de imagem: Elizabeth Thiel

Produção executiva: Clarice Nilles

SOBRE ISABEL NOGUEIRA

Isabel Nogueira é compositora, cantora, multiinstrumentista, produtora musical e musicóloga, à frente do projeto Bel Medula. Doutora em Musicologia pela Universidade Autônoma de Madrid, estuda piano desde a infância e, ao longo de sua trajetória, pesquisa as potencialidades da voz e dos sintetizadores na expressão artística. É professora da UFRGS e coordenadora do Grupo de Pesquisa Sônicas: Gênero, Corpo e Música (UFRGS).

Suas canções traçam teias entre histórias de mulheres, usando beats, sintetizadores, voz e vídeo arte. Grooves, beats e ambiências se misturam a vozes sussurradas, cantadas e faladas, propondo mantras contemporâneas a partir da combinação de elementos sintéticos e orgânicos.

A artista já atuou em festivais no Brasil como a Kinobeat, Musica Estranha, FIME, e no exterior como o Live Arts Culture na Itália e Feminoise na Argentina, além de performances em espaços consagrados da música experimental, como a sala Spectrum em Nova York.

Em 2019 foi orientadora da residência artística para mulheres no Projeto Concha, na cidade de Porto Alegre com financiamento da Natura Musical, e no mesmo ano, lançou seu primeiro álbum como Bel Medula: PeleOsso (2019). No ano seguinte, foi a vez de Luna e em 2021 disponibilizou seu terceiro disco, Semente.

Em Junho de 2022, a multiartista lança seu novo disco Abala Ladaia, que estreou com o single A Pedra e a Vidraça, escrito em parceria com luczan, que também atuou na direção e edição da obra audiovisual e, agora, chega com Te Dizer.

anuncio patrocinado
Anunciando...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui