Policiais protestam e pedem a Bolsonaro que conceda reajuste

Presidente fez aceno à categoria com reajuste salarial e reestruturação de carreira dos agentes de segurança pública

 

Policiais federais realizam, nesta quinta-feira (28), protestos em diversas cidades do país. Os agentes pedem ao presidente Jair Bolsonaro que “cumpra” com o compromisso de valorização das forças de segurança pública e conceda reestruturação e reajuste salarial.

Os atos têm o apoio da ADPF (Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal), APCF (Associação Nacional dos Peritos Criminais Federais), Fenapef (Federação Nacional dos Policiais Federais) e Fenadepol (Federação Nacional dos Delegados de Polícia Federal).

“A manifestação visa o cumprimento, pelo governo federal, do compromisso firmado pelo próprio presidente da República em valorizar as forças penais”, afirma o presidente da ADPF, Luciano Lero.

A mobilização é uma resposta a Bolsonaro, que teria acertado com o Ministério da Economia um reajuste salarial de 5% para todas as categorias de servidores públicos. A medida, no entanto, desagradou aos policiais.

De acordo com as entidades, o que se espera é que haja um aumento acima dos 5% e também a reestruturação das forças de segurança pública, prometida pelo presidente. O texto sobre o assunto não foi enviado para apreciação do Congresso Nacional.

Para cumprir o reajuste, o Executivo terá de diminuir os recursos de outros setores do governo. De acordo com a Lei Orçamentária de 2022, apenas R$ 1,7 bilhão podem ser usados para correções neste ano. Os 5% vão fazer com que o governo tenha de gastar até R$ 6,3 bilhões com a medida.

Na semana passada, o governo escalou o ministro Anderson Torres, da Justiça e Segurança Pública, para conter a crise com os policiais. Na ocasião, o titular fez uma reunião com as entidades policiais e afirmou que o governo queria, de fato, conceder aumento aos servidores. No entanto, ouviu insatisfações e reclamações dos agentes.

Após a reunião, diversas entidades anunciaram a realização urgente de manifestações, já ratificadas em assembleias promovidas por cada carreira de servidores da Polícia Federal. Segundo a Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal, houve protestos nesta quinta-feira em todas as unidades.

anuncio patrocinado
Anunciando...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui